Ciência & Saúde

 

Um passo interessante para enxergarmos o que acontece em nosso país é olhamos o que surgiu lá fora, a realidade de outros países e o que acontece por aqui, tecendo comparações justas e vendo o que poderia melhorar nosso cotidiano. Uma forte inspiração lá no exterior é o NHS, com mais de setenta anos de surgimento.

 

O brasileiro SUS surgiu com a nossa atual constituição, fruto do direito universal à saúde, já passando dos trinta anos. Vamos conhecer um pouquinho mais sobre o NHS, e quais seriam as semelhanças e diferenças com o SUS?

 

 

Profissional trabalhando no atendimento de saúde, tão nobre e importante
[Profissional de saúde no ambiente de trabalho. Imagem: Anh Nguyễn Duy / Pixabay]


 

DEPOIS, VOCÊ PODE LER TAMBÉM

» A trajetória de Florence Nightingale

 

» Por que mudou de DST para IST?

 

» Como funciona o desenvolvimento de um novo remédio?

 

O NHS - NATIONAL HEALTH SERVICES

 

No Reino Unido, por mais que seja uma economia capitalista, haja posicionamento político nessa linha e governantes com linhas neoliberais, há mais de setenta anos é mantido um sistema universal de acesso à saúde: o NHS ou National Health Services. Esse sistema é organizado em unidades dentro das cidades (algo similar ao que conhecemos como postos de saúde), mas com um clínico geral responsável por aquela unidade específica. Pelo site do NHS (https://www.nhs.uk/service-search), é possível localizar qual a unidade mais próxima para o atendimento, ou indicar uma cidade ou endereço e a pesquisa retornar essa informação.

 

Todos os cidadãos do Reino Unido são cobertos, precisando realizar o cadastro em uma das unidades. Existe a opção de consultas por agendamento ou em plantão, e os clínicos, verificando a necessidade, podem realizar o encaminhamento a especialistas.

 

Há alguns tipos de serviço de saúde que não são completamente subsidiados, mas parcialmente, como serviços dentários, por exemplo. Também é preciso atentar aos casos em que não se é cidadão britânico: pode ser necessário pagar todas as custas (e são altas) na necessidade de tratamento. Para turistas, algumas companhias até ofertam seguros-saúde para auxiliar no pagamento de eventuais despesas médicas em solo britânico.

 

O SUS – SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

 

O Sistema Único de Saúde (SUS) foi criado junto com o direito à saúde previsto na constituição, aqui no Brasil, em 1988. Ele consiste num formato híbrido com unidades de atendimento básico com financiamento público total (postos de saúde e unidades de pronto atendimento - UPAs) e subsídio ao atendimento em unidades particulares, como hospitais.

 

Qualquer cidadão pode ser atendido pelo SUS e, se possuir condições financeiras, optar por atendimento particular. Nos últimos anos, tem-se exigido um cadastro na forma de um cartão ou apenas o documento de identidade. Com a tendência de concentração e unificação de registros governamentais, é provável que esse registro esteja junto a outros documentos ou seja extinto.

 

Além do tratamento de doenças e acompanhamento médico, o SUS também engloba as imunizações por vacinas. Em época de COVID-19, esse sistema está sendo fundamental para a imunização da população contra essa doença, assim como já foi para muitas outras.  

 

A IDEIA DA UNIVERSALIZAÇÃO DE SAÚDE

 

Por textos publicados em portais como o da Fiocruz ou El-País, fica clara a relação entre o mundo da política e da história para entender a origem e o andamento desses sistemas de saúde. Nem todos os países possuem sistemas universais de atendimento, sendo o NHS o mais tradicional e o SUS um dos maiores do mundo, dada a vastidão do nosso país. Também existe um sistema universal espanhol, criado também após o NHS.

 

O NHS foi uma forma de trazer o bem-estar à população após o período da Segunda Guerra Mundial, fazendo com que se socializassem os custos com a saúde e as pessoas que estivessem sem renda pudessem ter atendimento de saúde. Essa certeza de atendimento traria prosperidade futura, com a reconstrução de um país e a formação de um ícone nacional.

 

No Brasil, é interessante falar que o SUS surgiu de direitos básicos da população brasileira, pois nem todos eles são fáceis de alcançar, ou mesmo se consolidaram na prática. Se todos têm direito à saúde, existe o SUS, mas todos têm direito à moradia, mas nem todos a possuem.

 

Tratando-se de financiamento público, os sistemas NHS e SUS são dependentes das políticas econômicas, e são mais restringidos em momentos de corte de orçamento. Talvez a grande diferença em solo britânico é que o sistema que lá existe possui um apelo popular fortíssimo, quase um símbolo nacional como a rainha, e isso faz com que intervenções políticas visando cortes sejam muito mal vistas.

 

Em nosso país, tem-se a corrupção de um lado, e um sistema universal com alguns problemas, como exames que chegam em velocidade inferior ao desenvolvimento de doenças. Por outro lado, temos fortes campanhas de vacinação de crianças e atendimentos de pequena complexidade em vários pontos das cidades. Os problemas fazem com que se veja o SUS com maus olhos, mas há exemplos internacionais que demonstram que a ideia do acesso universal não é um conceito falido.

 

SABENDO MAIS SOBRE O SUS

 

O SUS é um sistema muito importante no Brasil. Em outra postagem, O Blog do Mestre falou mais sobre como funciona cada parte desse sistema e, na faixa azul 👇🏻, você encontra o link para ler e saber mais:

 

 

E AINDA MAIS PARA VOCÊ:

👉 Como funciona o SUS?

 

 

GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!