Os símbolos da Justiça ⚖

por - sábado, fevereiro 08, 2020

Curiosidades


Alguns símbolos são universais para lembrar alguns profissionais e carreiras. Um raio pode lembrar técnicos ou engenheiros eletricistas. Uma chave estrela, os mecânicos. Aquela serpente enrolada, alguns profissionais da área da saúde (farmacêuticos, fisioterapeutas, médicos...).

E a balança? Ou Aquela senhora de olhos vendados com a balança? Será ela símbolo dos armazéns ou das pesagens? Vamos ver a seguir.

https://www.oblogdomestre.com.br/2020/02/SimbolosDaJustica.Curiosidades.html
[Representação da deusa Têmis. Imagem: WilliamCho/Pixabay]



A BALANÇA E A TÊMIS


O pensamento por trás da balança é representar a equidade, o equilíbrio. No sentido literal, compara-se dois objetos e, se a massa for igual, ambos os pratos permanecem ao mesmo nível.

No sentido das ideias, a balança funciona como a busca pela equidade após um desequilíbrio entre os pratos, causado por desrespeito à Lei e/ou ao semelhante. Os advogados são representados pela balança, por serem instrumento na busca pelo reequilíbrio.

E a Justiça é quem decide pelo equilíbrio, devendo ser pautada nas Leis. Além da balança, a Justiça é representada pela deusa grega Têmis, que aparece vendada e com uma espada também. A venda não só representa equidade, mas a isenção das paixões humanas que poderiam afetar as decisões.

Segundo o Supremo Tribunal Federal, Têmis era a segunda esposa de Zeus e sua conselheira. Filha de Urano e Gaia, deuses do Céu e da Terra, ela era humanidade e divindade, sabedoria encarnada.

Algumas versões da Têmis já aparecem sem venda, o que representa outro sentido. Se estar vendada indicava a equidade e a incessante busca pela justiça imparcial, a falta das vendas também é simbólica, indicando a vertente da Justiça Social. Nesta vertente, também segundo o STF, atenuantes e agravantes relacionados ao meio onde uma pessoa cometeu dada atitude servem para graduar as medidas tomadas pela Justiça.

O MARTELINHO OU "MALHETE"


O martelo, utilizado pelos juízes como símbolo de ordem, silêncio, alerta e respeito, também teria diversas origens. Uma delas também seria mitológica, representando Hefesto, deus do fogo e da metalurgia, ou ainda o ferreiro-divino.

Ainda há outra versão para a origem do malhete. Segundo informações do STF, ele seria uma evolução dos cajados que líderes judeus e cristãos usavam para chamar atenção durante reuniões.


👉 E ainda mais para você: Falando sobre canetas azuis e de outras cores


GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

#PartiuLer Mais essas sugestões de posts!

0 comentários

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!