Pérgolas, pergolados, alpendres, alpendrados e áreas construídas.


Construção


Uma estrutura que entrou no gosto do brasileiro que gosta de ver novidades arquitetônicas é a pérgola ou o pergolado. Pérgola consiste em dois pórticos com vigas de madeira (ou, mais raramente, em metal ou concreto) sobre eles, podendo ou não contar com vegetação trepadora sobre ela. Quando esse conjunto é construído anexo à edificação e ocupando uma de suas faces ou se apoiando nela, tem-se um pergolado.

https://www.oblogdomestre.com.br/2019/03/AreaConstruida.Pergola.Pergolado.Alpendre.Alpendrado.Construcao.Variedades.html
[Imagem: endercck/Pixabay]



Esse tipo de construção pode ou não ser barato, dependendo da qualidade da madeira empregada (ou outro material) e da proteção (pintura). Nas peças de madeira, o inconveniente está no uso de vernizes, que exigem manutenções mais frequentes do que outras tintas.

Mas existe um detalhe construtivo muito importante. Pérgolas e pergolados não possuem telhado. Como eles não geram projeção de cobertura, não contam como área construída e não são levados em conta em cálculos de IPTU, por exemplo.

Quando uma pérgola é modificada e recebe telhado, suas vigas exigem inclinação e há cobertura, mesmo que translúcida. Nesse ponto, deixou de ser pérgola e virou alpendre, passando a ser área construída. O mesmo vale para pergolado, que com declividade e cobertura vira alpendrado.

Na internet, diversos sites não fazem a distinção na questão da cobertura, o que é um erro por ter consequências em aspectos legais da edificação e na própria estrutura decorativa. Se as vigas receberam a inclinação, perde-se esteticamente e não se tem mais a ideia original. No caso do profissional que usa tudo como sinônimo, pode passar ideias erradas e seu cliente ser surpreendido na hora de aprovar o projeto na Prefeitura.

A diferença entre pérgolas e alpendres, pergolados e alpendrados não são as únicas no mundo da construção. Pingadeira é uma ranhura abaixo de projeções da edificação, como marquises, coroamentos de platibandas ou muros, soleiras e peitoris.

Quando a água escorre até abaixo da projeção, ela não volta para a parede, pois pinga quando chega na ranhura ou pingadeira. Mas há quem chame todas peças com pingadeira pelo nome de pingadeira, incorrendo em erro. Também é importante não só usar os nomes corretos, como atentar na hora de fazer algum serviço de construção relacionado, para evitar interpretações equivocadas.


👉 E ainda mais para você: A sua casa contribui com a vizinhança (III)



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.