A sua casa contribui com a vizinhança (III)


Variedades


Nessa série de posts estamos chamando a atenção para detalhes que fazem a diferença em sua casa e em escalas maiores, como a vizinhança, o município e até seu país. Especificamente nesse post, vamos falar um pouquinho mais sobre iluminação natural e sombreamento, arquitetura de fachadas e patrimônio histórico, finalizando com soluções individuais de tratamento de esgoto.

https://www.oblogdomestre.com.br/2018/08/Sombreamento.Fachadas.IluminacaoNatural.html
[Imagem: Jornal da Orla]



A luz do Sol é um fator de conforto para nós, seres humanos. Descobriu-se que menor luminosidade, com tempos mais nublados, causa maior desânimo nas pessoas. Por isso, muitas pessoas não gostam do inverno, que é o período onde um hemisfério da Terra é menos iluminado do que outro, com dias mais curtos e tempo mais frio e nublado.

Além de produzir conforto, a luz do Sol promove saúde e é uma ótima forma natural de iluminar e aquecer locais fechados. Por isso, uma casa deve pensar na incidência solar, considerando a dinâmica diária e anual. Alguns engenheiros civis e arquitetos podem (e devem) ter a iluminação natural como critério de projeto, gerando conforto e economia aos seus clientes. O usuário, ao construir e reformar, também pode ficar atento a algumas dicas para mexer em sua casa.

Aproveitar a iluminação natural não significa abrir janelas em todas as fachadas, na parede externa inteira. Deve-se preferir, ou mesmo apenas fazer, vãos de porta e janela para os lados mais favoráveis. Também é preciso equilibrar os vãos para esquadrias por que elas não trazem apenas luz, mas calor.

Cômodos como quartos e salas devem pegar sol de manhã. Isso porque são eles os que mais se costuma refrigerar com ar condicionado.

Caso peguem sol de tarde, ou para regular luz em alguns cômodos, uma solução pode ser filtrar uma parte dos raios solares. Isso é possível plantando árvores ou usando brises diversos. Essas duas soluções podem ser adotadas em casas novas ou em uso.

Claraboias trazem o problema de aquecer demais os ambientes. Para um país quente como o nosso, podem representar maior pressão sobre o resfriamento artificial, podendo não ser vantajosas economicamente.

Se você economiza energia elétrica, usando luz natural ou reduzindo a demanda pelo ar condicionado, você contribui para reduzir a pressão sobre a concessionária e a tentar evitar acionar termelétricas (que elevam a bandeira tarifária). Isso se reflete em toda a sociedade.

E refletindo a sociedade, seus valores e seu desenvolvimento, estão as edificações ao longo do tenpo. Construções mais antigas permitem ver como a evolução social e artística aconteceram.

Sendo um verdadeiro tesouro, o que ainda se mantém, deve ser preservado. Quem compra uma casa assim deve estar ciente que possui um patrimônio da sociedade, o qual pode usar, dentro de certos limites. Alguns municípios exigem manter as fachadas, enquanto outros não são tão restritivos, acabando por perder verdadeiras obras-de-arte para edifícios novos, alguns de gosto duvidoso.

Partindo para nosso último assunto, vamos falar de tratamento de esgoto. É importantíssimo que haja coleta e tratamento e cada município precisa crescer no acesso até a universalização, tão almejada.

Todavia, a ligação da casa e eventuais tratamentos precisam ser feitos pelo(s) proprietários. É preciso saber se o sistema público de coleta é unitário (água pluvial e esgoto) ou separador absoluto, e ligar a casa corretamente.

Se não houver ligação correta, pode-se poluir algum corpo d'água ou o oceano, indevidamente. Isso causa prejuízos ambientais e até mesmo econômicos em locais litorâneos.

Quando não há um sistema público de tratamento, cada casa precisa possuir o seu, com tanque séptico (fossa), filtro e, às vezes, sumidouro. Quem constrói precisa permitir a limpeza fazendo tampas que possam ser abertas por quem mora na casa.

Em breve, falaremos mais sobre aspectos que extrapolam as residências, e o que cada um de nós pode mudar em nossa parcela!


👉 E ainda mais para você: A sua casa contribui com a vizinhança (I)



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.