Os três porquinhos e a Mata Atlântica



Ciência & Saúde


A Fundação SOS Mata Atlântica decidiu reescrever a estória dos três porquinhos, e com isso fez história. Sem envolver nenhuma imagem impactante ou outro recurso batido ao falar de desmatamento e recomposição vegetal, foi lançado um vídeo onde se reescreve o futuro de nós e dos nossos irmãos.  


[Vídeo: Fundação SOS Mata Atlântica]


O meio natural, principalmente as florestas, é um local difícil para vivermos. Há uma grande diversidade de animais selvagens que podem vir a nos atacar, caso se sintam ameaçados ou com fome. Precisamos de locais seguros para que possamos viver sem medo – situação similar à dos três porquinhos. Eles viviam com medo e nunca conseguiam uma casa boa o suficiente para não acabar após o sopro do lobo.

No vídeo, em seu seguimento, é proposta uma continuidade à estória. Como outros animais viram que o lobo não foi páreo para a casa de alvenaria, trataram de construir as suas e surgiu a cidade de “Porco Seguro”. Novamente, a ficção segue a realidade, onde a junção de pessoas com mesmos interesses, facilidade de deslocamento e segurança levam a viver em cidades.

Mas a vida citadina ainda assim possui seus riscos e seus problemas. A cidade é um local cinzento. Lobo mau, na solidão da mata, solidariza-se com outros animais sujos em um lodo escuro. Pode ser que esse lodo seja o petróleo, que faz com que animais sofram em caso de vazamentos... ou pelos seus subprodutos, como componentes plásticos.

O Lobo, agora sem ser mau, passa a conviver com seus novos amiguinhos. Eles adotam um novo estilo de vida, com uma casa sustentável no meio da mata. Até a fonte de energia é eólica.

Muito mais experiente e complacente, o Lobo e seus amiguinhos possuem sementes mágicas que trazem vida, que se transformam em árvores. Como a cidade segue sendo um lugar muito cinza, eles desejam ir espalhar vida aos amigos urbanos. No começo, causam medo. Mas depois, todos veem o bem que aquilo faria.

Pensando em nós, seres humanos, é como se coisas de nosso passado fossem trazidas ao presente para fazê-lo mais feliz, agradável e saudável. As árvores, componente obrigatório de nosso país, que era uma grande mata fechada em algumas partes de seu território, vieram de volta, mudar o meio urbano e torná-lo melhor. É uma evolução que vem de berço.

E, ao real fim da estória, espalhou-se a felicidade. Um ambiente mais harmônico abrange um espaço com arborização e a vivência da natureza, um pouco de sua essência em nosso cotidiano.


👉 E ainda mais para você: Nascer leitão não é fácil!



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.