Variedades

 

As corridas noturnas ou night runs, como diz o nome, são corridas que acontecem durante à noite e que estão se tornando populares aqui no Brasil. Existem algumas vantagens e alguns desafios nesse tipo de corrida, da qual iremos falar mais ao longo desse artigo.

 

 

Night Run do Costão do Santinho reuniu diversos corredores de Florianópolis
[Foto da Night Run no Costão do Santinho, Florianópolis-SC. Imagem: Mormaii / Reprodução]


 

DEPOIS, VOCÊ PODE LER TAMBÉM

» O que se faz em um clube de tiro?

» Campeonatos de futebol inflados

» Newton Zarani e a história do futsal

 

COMO FUNCIONAM ESSAS CORRIDAS?

 

O funcionamento vai depender de acordo com os organizadores. Em provas específicas de corridas noturnas, são indicados em regulamentos os trechos de provas, como 3 km (três quilômetros), 5 km (cinco quilômetros) e 10 km (dez quilômetros) e por onde vai ocorrer a corrida (que pode ser na rua, na beira da praia ou em algum trajeto especial). Nesse tipo de corrida, como as demais, há prêmios e inscrições para participação.

 

Também existem outros formatos de corridas noturnas, como em equipes que se reúnem especialmente para correr. Nesse caso, o objetivo é a prática de esportes por saúde, sem finalidade competitiva.

 

 Como mencionado, as regras podem variar bastante. Nas corridas por prêmio, pode ser necessário o monitoramento por chip descartável, por exemplo. Também há algumas modalidades de prova que incluem diversão e música ao final, mas proíbem o consumo de bebidas alcóolicas nessa confraternização.

 

POR QUE À NOITE?

 

O turno da noite traz alguns aspectos interessantes para essas competições. Um dos pontos interessantes é o desafio de correr com menor luminosidade, já que existe a dependência total da iluminação urbana, ou mesmo da luz artificial no local de prova.

 

Outro bom aspecto é a temperatura. No Brasil, onde temos clima quente, com a maior parte de nosso território em zona tropical, correr à noite pode permitir competir em locais mais abertos e com temperaturas mais agradáveis. Essa boa condição só não vale durante alguns períodos do ano como outono e inverno, que desafiam muito quem sai de casa, principalmente no Sul do Brasil.

 

As corridas noturnas também favorecem a prática esportiva extraturno. Como qualquer desafio especial, não se pode treinar apenas em horário diurno, e é interessante que os treinos ocorram no mesmo horário das corridas, onde a maior parte das pessoas já vai ter encerrado seu horário de trabalho e poderá participar de treinos e corridas.

 

JÁ PODEMOS VER ALGUMA NO INTERIOR, OU SÓ NAS CAPITAIS E CIDADES MAIORES?

 

É interessante buscar na imprensa local as notícias sobre essas corridas, que acontecem em cidades de todo o Brasil. Onde não acontecem as competições esportivas, várias equipes de corrida noturna têm sido montadas e estão sendo novos grupos para se unir, buscar saúde, atividade física e integração. Se em sua cidade ainda não acontecem, é uma iniciativa legal e simples de implementar, bastando existir um grupo de pessoas interessadas e algum local seguro para correr em equipe.

 

OUTRA OPÇÃO LEGAL, O CICLISMO!

 

Há quem prefira se locomover de forma diferente, não apenas correndo, mas com um mecanismo mais ágil, que pode ser a bicicleta. Na sugestão de postagem abaixo (link da barra azul 👇), trouxemos algumas curiosidades sobre as magrelas de duas rodas!

 

 

 

E AINDA MAIS PARA VOCÊ:

 

 

GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!