Dinheiro


Os serviços bancários irão passar por grandes transformações ainda nesse ano. Mudanças que já aconteceram em outros países e que facilitam a vida de pessoas com contas em banco estão próximas de se tornarem realidade para os brasileiros bancarizados.

É importante que essas mudanças aconteçam, também, para que se tenha praticamente a mesma liberdade de usar o dinheiro em espécie. Quer saber mais? Continue lendo esse post!

 
https://www.oblogdomestre.com.br/2020/08/OpenBanking.PagamentosInstantaneos.Novidades.Dinheiro.html
[Transferência ocorrendo de forma instantânea. Imagem: Mohammed Hassan/Pixabay]



PAGAMENTOS INSTANTÂNEOS


O Banco Central do Brasil prevê que em novembro de 2020 seja lançado o sistema de Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI) e a Conta Pagamentos Instantâneos (Conta PI), pela Circular n° 4.027 de 12/6/2020 e outros elementos legais relacionados. Apesar dessa nomenclatura, isso não significa que os clientes bancários precisarão abrir contas novas, mas que suas contas irão incorporar essa função, para todas as instituições financeiras (bancos e fintechs) com mais de quinhentos mil clientes.

Atualmente, os pagamentos variam a compensação de acordo com o tipo de transação. Boletos bancários são compensados em até três dias, caso o pagamento ocorra às sextas-feiras. TED pode exigir até uma hora e, em algumas contas e bancos, ser tarifada, mesmo quando voltar o valor – e entre bancos só ocorre em dias úteis e em horário comercial. DOC demora um dia útil (outra modalidade de transferência).

Os pagamentos mais rápidos ocorrem via cartão de crédito, mas dependem do limite oferecido pela instituição bancária. Em menos de dez minutos (em algumas compras em e-commerces) ou quase instantaneamente, ocorre o pagamento.

A experiência mais próxima disso que existe atualmente é a NuConta, onde é possível fazer transferências entre nucontas inclusive em sábados, domingos e feriados, sem restrição de horário. Tamanha liberdade chama a atenção do usuário quando começa a utilizar esse serviço.

Ao ser estendida a possibilidade de pagamentos instantâneos, surgem novas possibilidades para pequenos comerciantes e pessoas físicas. Também podem surgir novas responsabilidades.

Se hoje um boleto limita pagamentos e até gera a possibilidade de pagamento com mais um dia de prazo, vencimentos devem ser levados ainda mais à risca. Vamos supor que seu boleto mensal vença dia 5, um domingo. Como nem os pagamentos funcionam, nem a compensação ocorre no domingo, alguns credores já lançam na segunda-feira o boleto daquele mês. Com pagamentos diários e instantâneos, essa flexibilização deixa de ser importante.

Por outro lado, as pessoas também não precisarão esperar dias para receber. Supondo que o pagamento deva ser feito em um dia X, ou alguém mandará certa transferência bancária, naquele mesmo dia será possível ter a liberdade de contar com o dinheiro, obter rendimentos mais cedo ou direcioná-lo da forma mais conveniente.

DADOS ABERTOS A FAVOR DO CLIENTE BANCÁRIO


O Open Banking é outra transformação importante. A ideia é que instituições financeiras compartilhem algumas informações bancárias de seus clientes com outras instituições, permitindo melhor experiência aos clientes.

Atualmente, existem algumas formas de compartilhamento de dados entre instituições, mas quando há acordos comerciais, não é algo maciço. É preciso que haja regulação nesse tipo de compartilhamento também, para que questões de privacidade sejam respeitadas.

Uma pessoa pode trabalhar com mais de um banco ou fintech, mas cada relacionamento é um. Vamos supor que essa pessoa ou empresa decida trabalhar com conta em uma e pedir crédito em outra, segundo sua conveniência. Atualmente, seria bem mais difícil pedir o crédito para valores maiores ou com melhores taxas naquele banco em que não se tem a conta. Ou ainda alguém pode possuir cartão de crédito e ser bom pagador, mas receber um limite muito menor em outro cartão...

No caso do open banking, ainda será trabalhada a regulação pelo BACEN (Banco Central do Brasil). Nos próximos meses, essas mudanças também devem impactar o mercado.

POR FIM,


O mundo bancário está passando por diversas transformações. As pessoas bancarizadas devem passar por novas experiências de pagamentos e maior liberdade financeira. Um outro desafio grande será trazer pessoas brasileiras que ainda hoje não possuem conta bancária para usufruir dessas possibilidades, os desbancarizados. No link sugerido abaixo, você pode saber mais sobre esse assunto.





GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!