Lobo, lobby, lobismo e lobista.

por - sábado, junho 27, 2020


Curiosidades


Quando se ouve falar em lobista aqui no Brasil, já vem até aquele nome que parece lobo, aquela coisa ruim... mas não é porque nostalgia e alegria são parecidas que significam a mesma coisa. É preciso verificar o que cada palavra significa. Vamos saber o que é lobby, termo em inglês corriqueiramente usado em nosso noticiário político.

 
https://www.oblogdomestre.com.br/2020/06/lobismo.lobby.curiosidades.historia.html
[Tráfico de influência (esquerda) ou o simples lobismo (direita). Imagem: OpenClipart-Vectors/Pixabay]



O LOBBY EM SUA ESSÊNCIA


Todas as categorias da sociedade possuem suas demandas. Uma parte delas pode ser resolvida por sua própria iniciativa e recursos. Por outro lado, existem alguns pontos onde o governo (que regula e põe ordem em todas as atividades), é peça-chave na vida dessas categorias. Um exemplo clássico nesses tempos é a possibilidade de abrir ou não o comércio, com ou sem restrições, em meio à pandemia.

Se são os governantes que assumem posições na sociedade, o poder de decisão deles pode mudar nossas vidas? Exato. É por isso que pessoas ou grupos exercem influência (ou até mesmo pressão) sobre políticos para que decidam de forma favorável aos seus interesses, prática chamada de lobby.

Pela própria essência da política, que envolve decisões e pressões, as eleições são recheadas de candidatos falando de suas cidades ou de sua categoria econômica. Se eleitos, seriam “portais” dessas categorias para o poder público. É estranho falar que quem é representante de toda a sociedade seria representante de alguém em específico, mas a própria segmentação de eleitores leva a isso.

QUANDO O LOBBY VIRA CRIME


Muitas coisas não seriam ruins quando em sua verdadeira essência, entretanto, estamos em um país onde o medo da corrupção leva as pessoas à descrença na política, e o lobby vira crime, em alguns casos. Toda a sociedade pode interagir com os políticos para apresentar suas demandas, mas o político, que é um servidor público, não pode receber vantagens econômicas por tomar determinada decisão.

Nesse momento, ao invés de lobismo, existe o tráfico de influência. Segundo o portal politize, além dos pagamentos em dinheiro, não pode ocorrer também o oferecimento de vantagens que não sejam dinheiro, mas valham como (algum presente ou viagem, etc.).

A única e exclusiva remuneração do representante público, relacionada aos poderes de seu cargo, deve ser aquela prevista em Lei e constante no portal da transparência. Nada a mais pode ser advindo de troca de favores.


👉 E ainda mais para você: A crise de 1929, ou "A Grande Depressão"!


GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

#PartiuLer Mais essas sugestões de posts!

0 comentários

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!