Cultura & Comportamento


Você já ouviu falar daquela brincadeira de que só acaba quando termina? Quem assistiu à corrida de São Silvestre, no fim de 2019, viu um exemplo claro disso. Jacob Kiplimo estava confiante na vitória e não se atentou a mais nada. Do outro lado, Kibiwot Kandie acreditou e ultrapassou Jacob na chegada.

Então, nada de se acomodar! É importante acreditar no trabalho duro, com muito esforço para vencer! Neste artigo que começa, vamos colocar alguns aspectos que envolvem os extremos do comodismo e da ação na vida das pessoas.

https://www.oblogdomestre.com.br/2020/02/ComodismoAcao.CulturaEComportamento.html
[Exemplo curioso de comodismo, o Caracol está desafiando seus
limites físicos para fazer a travessia Imagem: Maryam62/Pixabay]



EMPREENDER


Principalmente após o período de crise, muitas pessoas perceberam que simplesmente aguardar por uma carteira assinada poderia ter impactos negativos nas finanças da família. Por necessidade, muitas pessoas começaram a empreender, no sentido de abrir uma empresa e trabalhar no comércio ou serviços.

Pessoas que empreendem possuem inquietude, podem possuir alguma ideia inovadora ou simplesmente buscam o sustento da família. No último caso, há problemas com a baixa disponibilidade de recursos financeiros ou mesmo mercados saturados, pois aqueles mais fáceis de entrar possuem muitas pessoas atuando, como comida, por exemplo.

Há pessoas que sonham empreender e que passam tempo pesquisando e desenvolvendo o novo negócio. Para todos os casos, é preciso ter muita organização e persistência para que ao negócio dê certo, pois há riscos maiores envolvidos - e eles precisam ser compensados.

FAZER UM CONCURSO PÚBLICO


Fazer concurso público e passar podem ser motivação para sair da mesmice. O processo de aprovação e os estudos são um desafio e tanto, pois há sempre muitos interessados, além de outros aspectos como o tempo curto (para quem atua profissionalmente e precisa achar tempo para estudar), legislações específicas e outros.

Sem perceber, as pessoas buscam estabilidade de emprego, mas acabam encontrando o desafio. É uma dualidade interessante.

E o risco, considerado zero pelas pessoas que não entendem toda a dinâmica desta modalidade de emprego, é grande, pois há todos os custos com cursos ou materiais, horas de estudo, inscrições, deslocamentos para outras cidades e muito mais que só são recompensados por quem passa no processo seletivo.

Não passar é a realidade da maioria, um risco enorme. Mas para quem deseja seguir por este caminho, deve tomar a atitude de começar na próxima oportunidade.

DECLARAR SENTIMENTOS


Alguns homens e mulheres se acomodam durante seus relacionamentos, sendo o tipo que for. Os amigos com sentimentos a mais não se posicionam com medo de perder o carinho e a companhia, mas sofrem por ficarem reprimidos.

Casais passam por crises por não expor seus sentimentos. O retorno de um para o outro é importante para que a vida não se torne um grande sofrimento por conviver com um estranho dentro de casa.

O diálogo pode ser um desafio grande. Há pessoas que não só possuem dificuldades em transformar sentimentos em palavras, mas quaisquer atitudes ou coisas impessoais, tendo certas fobias sociais. Entretanto, mesmo com o problema de comunicação, é preciso tomar a atitude de buscar ajuda.

É preciso enxergar a ação de dialogar uma chave para a vida feliz. Pode não ser perfeita, mas a vida é melhor quando somos transparentes.

BUSCAR MELHORIA CONTÍNUA

Não somos perfeitos e é preciso reconhecer nossa natureza humana. Entretanto, se nivelamos nossas expectativas por baixo, nunca seremos capazes de assumir novos desafios, aprender mais, crescer como pessoas. É por este motivo que, apesar da imperfeição, a busca contínua por melhoria como pessoas deve ser uma máxima.

Em nossa vida profissional, é importante fazer novos cursos, buscar contato com outros profissionais e ler informações nas mais diversas fontes como revistas, blogs, portais da internet e artigos acadêmicos de eventos ou de periódicos. Há avanços tecnológicos e itens de desenvolvimento pessoal que vão se aprimorando ao longo do tempo e fazem a atualização ser necessária. Também é preciso perceber que faculdades e outros cursos possuem limites (como tudo no mundo) e não serão guarda-chuva para todas as tempestades.

Na vida pessoal, também é possível pensar em crescer e melhorar. Cuidar da saúde com uma vida social razoável, participar de algum grupo com interesses comuns, aprender alguma atividade artística nova ou ir intensificando o treino na academia, para fazer aqueles músculos ficarem definidos... A ideia de deixar o comodismo de lado e melhorar em algo vai trazer sempre um ânimo e vontade de viver.

COMODISMO É ALGO RUIM?

O ser humano tende a procurar menos por coisas novas quando acredita que chegou a um estado de saturação, achando que já viveu de tudo ou que está no final da vida. Só que é preciso manter pessoas com mentes ativas e saudáveis por mais e mais anos, haja vista o aumento da expectativa de vida ao nascer.

O comodismo faz parte da ideia de que um pouco de ócio – tempo livre sem fazer nada – seja bom para descansar pessoas que muito trabalharam. Faz sentido, por um lado, evitar aquela rotina de trabalhar dez a doze horas por dia – mas mentes vazias e sem novos objetivos podem ser levadas à depressão, sentir-se sem fôlego e motivação para prosseguir. Uma das características do ser humano é buscar sentido àquilo que faz e que vive, e sempre possuir novos desafios ajuda a completar esta lacuna. Que sejamos Kibiwot Kandies e não desistamos de melhorar e crescer!


👉 E ainda mais para você: A nomofobia - um mal dos nossos tempos


GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!