À lenha ou a gás?

por - segunda-feira, agosto 26, 2019

Alimentos


Muitas pessoas creem que os fogões à lenha sejam os melhores para cozinhar. Outras acreditam que fogões a gás representam uma evolução grandiosa, com maior comodidade. Fato é que existem argumentos para defender e se opor a ambos os tipos. Quer saber mais? Continue lendo!


https://www.oblogdomestre.com.br/2019/08/FogoesALenhaGas.Alimentos.Comparar.html
[Imagem: PublicDomainPictures/Pixabay]



FOGÃO À LENHA


O fogão à lenha é uma opção para cozinhar os alimentos bem simples. O fogão pode ser em alvenaria ou metal, contendo uma chapa superior com aberturas, sobre um espaço para a queima da lenha e, mais abaixo, um coletor de cinzas.

Um de seus aspectos mais favoráveis é a renovação do combustível. Você sempre poderia plantar novas árvores para o uso diário. A questão é que nem sempre isso ocorre, sendo a lenha simplesmente retirada sem a devida reposição.

Outro fator que aumenta o volume de lenha a queimar e, portanto, a extração, é usar o fogão como aquecedor. Em algumas casas se prefere salas com lareira, mas isso costuma afastar quem cozinha de quem visita, o que acaba justificando a reunião em torno do fogão mesmo.

FOGÃO A GÁS


O fogão a gás usa os gases propano e butano em botijões, ligados por mangueiras e tubulações próprias. Sua vantagem está na praticidade, pois é possível cozinhar muitos alimentos sem sujeira ou demora.

Entretanto, sua fonte de também é problemática. Os gases queimados são originados de petróleo, que é um recurso natural não renovável e que oscila de preço com o mercado internacional.

QUEM SERIA O MELHOR?


Do ponto de vista da preparação da comida, o fogão à lenha está na memória afetiva das pessoas. O aquecimento ocorreria por condução, da mesma forma que pelo gás. Talvez além desse traço afetivo, a comida caseira e de interior leve alguns ingredientes a mais que lhe confiram "sabor".

Por outro lado, fogão à lenha é mais trabalhoso de manter e seria mais ainda se houvesse a reposição das árvores usadas. Cortar cepos, rachar a lenha, empilhar, transportar e manter a casa sem sujar não são tarefas leves. E um último detalhe está na fumaça. Ela causa danos respiratórios pela inalação, e é bastante presente em alguns fogões com chaminés mal posicionadas ou ao começar o fogo. Para quem gosta de fazer comida nele, seria bom usar máscara.

Do ponto de vista da praticidade, o gás é muito bom. Entretanto, o preço, que subiu muito nos últimos anos, fez algumas pessoas optarem por não usar ou adotar estratégias para diminuir o consumo como deixar o feijão posar com água.

O cozimento apresenta a vantagem de ser a queima de gás. Com isso, não se gera resíduo ou fumaça. Mas há precauções a tomar com a segurança e por ser recurso não renovável.

Para o futuro, as soluções estarão no uso da eletricidade para a cocção em algumas residências. Também devem ser mais populares os biodigestores para residências rurais, aproveitando as fezes de animais, tornando o fogão a gás algo realmente renovável.


👉 E ainda mais para você: Por que preferir feira do produtor?



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

#PartiuLer Mais essas sugestões de posts!

0 comentários

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!