Elaborando um fichamento para pesquisa

Variedades


Ao começar o trabalho de pesquisa, desde os ensinos fundamental e médio, até o superior, uma importante etapa para formular algo consistente e bem fundamentado está em ler textos de fontes confiáveis e registrar trechos interessantes de alguma forma. Na etapa de fichamento, diferentemente na etapa de redação do texto, ainda é válido o Ctrl + C  e o Ctrl + V. Nesse momento, é como se você estivesse colecionando recortes de jornal para então conectar ideias e aí sim formular a sua versão do conhecimento.

http://www.oblogdomestre.com.br/2017/11/FichamentoParaPesquisa.Variedades.html
[Imagem: Universia]



Como surge o dever da citação, para indicar de onde vêm as bases de sua pesquisa, e dar os devidos créditos aos autores, e as citações não são poucas nem de um único autor ou obra (senão seria apenas cópia); é preciso ser organizado para elaborar o fichamento. Para começar, é necessário saber quais são as exigências de dados a serem fornecidos para aquele tipo de fonte de pesquisa. Por exemplo: caso seja uma monografia, você precisará anotar o título, autor, universidade, ano de defesa, endereço eletrônico no repositório, data de acesso e local. Como você pode vir a usar um trecho reproduzido literalmente, anote também as páginas do trecho que for usar. 

Após, copie o trecho do texto que gostaria de guardar. Isso pode ser feito por foto (em caso de livro físico), captura de tela ou digitação de texto, dentro de um arquivo de texto (podendo ser um documento do Word, por exemplo).

Caso for fazer um fichamento usando o Word, uma boa estratégia pode ser usar o estilo de texto “Título 1” (veja como aplicar estilos nos posts sugeridos) com a citação do autor, sem diferenciar por letras minúsculas a ordem em textos de um mesmo autor e mesmo ano, pois você ainda não sabe qual será a ordem do texto definitivo. Assim, se torna mais fácil a navegação dentro do arquivo e buscar algum elemento que venha a procurar.
Um exemplo de fichamento (fictício) seria o seguinte:


Título 1: PEGORARO (2006)

Referência: PEGORARO, Melissa Abreu. A construção civil e o avanço de estruturas com grandes vãos livres. In: XI Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído, 2006, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ANTAC, 2006. Disponível em: . Acesso em 28.set.2017

Texto / Páginas: (pág. 10-12): “Diversas tecnologias vêm proporcionando vãos livres cada vez maiores, como lajes nervuradas, peças em concreto protendido, treliças metálicas e muito mais. ”



Para cada fonte de pesquisa diferente, uma ficha como a acima destacada. Ao final da leitura 📚 de todos os textos, ou mesmo em paralelo, ocorre a montagem do trabalho de pesquisa em um documento formal, cujo processo se torna mais ágil e consistente, pois aquilo que de mais relevante ao trabalho houvesse já passou por processo de pré-seleção através do fichamento.

👉 E ainda mais para você: Delimite seu tema



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.