Fazendas da Boi Gordo e as pirâmides financeiras

História 


Algumas modalidades de negócios são completamente insustentáveis, como as pirâmides financeiras. Nelas, para obter ganhos, sempre é necessário recrutar novas pessoas para pagar as antigas, envolvendo um grande público e lesando a todos ao final. As Fazendas da Boi Gordo são um exemplo brasileiro desse tipo de negócio. 

Pirâmide financeira
[Imagem: Reprodução]


Em 1988 surgiu a Fazendas da Boi Gordo. Dentre as fazendas, uma área total de cento e trinta e cinco mil hectares entre São Paulo e Mato Grosso, que atraiu, ao todo, trinta e dois mil compradores de títulos. O negócio entrou em falência em 2004, com uma dívida (atualmente) que ultrapassa os quatro bilhões de reais. 

Muitos consideram que seja um dos maiores escândalos financeiros do país. No último dia 13 de setembro (2016), a massa falida passou por leilão judicial (misto entre eletrônico e presencial), tendo sido arrecadado o valor de trezentos e dezessete milhões, contra os quinhentos milhões de reais estimados pela promotora do leilão.

Dentre os investidores, houve pessoas famosas e anônimas. Dentre os anônimos, houve quem vendesse o patrimônio ou investisse todo o dinheiro que recebeu em indenização trabalhista, aguardando ansiosamente pelo ressarcimento. O valor arrecadado pelo leilão servirá para isso. Do total de investidores, setenta por cento era de pessoas que investiram até vinte e cinco mil reais.

Na época, a promessa era de investimento em gado das fazendas. Após dezoito meses, o lucro da venda do boi gordo seria revertido em rendimentos aos investidores, em taxas de até quarenta e dois por cento. Segundo especialistas do setor, a lucratividade média gira em torno de dez por cento. Após a concordata em 2001 e a falência em 2004, as fazendas foram arrendadas e funcionam como outras quaisquer, mantendo-se produtivas. Apenas um dos arrendatários possui mais de cem mil cabeças de gado. Deste período até os leilões parciais passaram ao comando da Justiça.



E ainda mais para você: A História do Setor Aéreo do Brasil



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.