Tecnologia


Quando se vê imagens antigas, como finais de copas do mundo ou novelas, percebemos o quanto mudou a situação de algumas pessoas ou empresas, negócios que surgiram ou sumiram. Certo dia desses, Tia Íris, de Fina Estampa, aparece em um episódio usando um BlackBerry.

Ao falar dessa marca, pode ser que algumas crianças nem saibam do que estamos falando. Mesmo entre os adultos brasileiros, não houve sucesso intenso aqui no Brasil, mas, para os amantes da tecnologia, será uma parte da história. Vamos saber mais sobre a BlackBerry?

 
https://www.oblogdomestre.com.br/2020/08/BlackBerry.Smartphones.Tecnologia.html
[Smartphones Key2 produzidos com a marca BlackBerry pela TCL, em acordo comercial. Imagem: TCL/Reprodução]



POR QUE BLACKBERRY?


De acordo com o site Tecmundo, o primeiro nome da marca foi RIM, e essa marca oferecia celulares e gadgets eletrônicos mensageiros com opções mais avançadas com teclados físicos QWERTY. Eis que ao lançar determinado produto, a equipe de marketing olhou aquele teclado com botões pretinhos e redondinhos e viu ali uma amora, ou BlackBerry.

De nome de um produto, BlackBerry virou a marca e marcou uma geração de fãs. Antes de termos smartphones com Android ou iOS, a BlackBerry já lançava celulares diferenciados com aplicativos para internet 2G, mensagens criptografadas e outras funcionalidades. Claro que, chega a ser curioso pensar em um celular que só funcionava com fones de ouvido, como foram algumas versões lá no começo dos anos 2000.

Ao olhar a evolução da BlackBerry, percebemos que houve uma modernização nos celulares com a criação de modelos populares, teclados com grupamento de teclas (afinal um QWERTY fica muito pequeno para comportar tantos botões) e até algumas versões touchscreen. Mesmo assim, a marca foi afetada pela mudança em seu mercado.

BLACKBERRY, NOKIA, PHILIPS E OUTRAS MARCAS: ELEMENTOS EM COMUM


Assim como BlackBerry foi famosa com celulares mais poderosos e para o mundo corporativo, a Nokia foi muito popular e até hoje é lembrada pelos famosos tijolões de bateria infinita, ou a Philips por televisores de alta qualidade. Essas marcas, mais tarde, ou sumiram, ou passaram a estampar outros produtos, por conta de não acompanharem as mudanças de seus mercados.

A BlackBerry não foi efetiva na transição para o touchscreen, apresentou falhas graves em serviços dos aplicativos de celulares e fez alguns lançamentos mal sucedidos, ainda segundo o Tecmundo. Enquanto isso, Samsung crescia no mercado popular e a Apple seria o marco nos celulares quase sem teclas.

Como o mercado de celulares, ou de quaisquer produtos vai mudando, há necessidade de observarmos sinais que vemos nos dias de hoje: a Apple, por exemplo, viu queda nas vendas de seus últimos iPhones, que parecem, por momentos, mudarem de nome e terem a mesma cara. Caberá mais algum tempo para vermos os próximos capítulos.

AUMENTANDO A NOSSA NOSTALGIA


Não é só a BlackBerry que praticamente nos deixou (afinal ainda estampa alguns modelos com teclado físico ou touch e Android produzidos pela TCL)... Como dissemos no início, há outras marcas que fizeram parte de nosso cotidiano por muito tempo e que depois ficaram só na lembrança. Na sugestão de postagem que você vê na faixa azul logo abaixo, vamos relembrar mais algumas lembranças curiosas de alguns anos atrás!




GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!