A etiqueta no ônibus intermunicipal

por - sábado, setembro 21, 2019

Cultura e Comportamento


Em algum momento da vida, você vai precisar utilizar um ônibus intermunicipal. Eles são mais confortáveis do que os urbanos, visto que as viagens são mais longas (em geral), e te levarão para a casa dos familiares ou algum endereço especial.

https://www.oblogdomestre.com.br/2019/09/EtiquetaNoOnibus.CulturaEComportamento.html
[Imagem: Águia Branca]



Um ônibus pode ser um transporte pago, mas não dá o direito de cada pessoa fazer o que bem desejar, para que haja relação cordial e respeitosa entre as pessoas. Um primeiro passo básico está em não fumar dentro do ônibus e, se possível, nem fora dele.

A pessoa que fuma dentro do ônibus pode por a sua vida e a dos outros em risco, pois uma bituca mal apagada pode incendiar. E o cheiro da fumaça tóxica do cigarro fica impregnado nas roupas e na pessoa, espalhando pelo ambiente. Isso é muito ruim se aliado ao fato de um ônibus só receber ar novo por meio de ar condicionado, sendo um ambiente praticamente fechado.

Outra questão está no barulho. O que pode parecer bom e agradável por você pode não ser para outra pessoa. Isso vale tanto para as crianças que brincam em jogos de celular barulhentos, como para adultos e idosos que ficam olhando vídeos do WhatsApp sobre piadas ou conspirações políticas. Para que cada um possa escutar por si o que deseja, o bom e velho fone de ouvido (em volume razoável) é um pacificador de ambientes.

A questão do volume e de sons não é muito comentada pelas empresas de ônibus. Entretanto, está estampada em avisos no interior dos mesmos e vem sendo esquecida, por mais que seja muito importante.

Um último item de bom comportamento não envolve som e cheiro, mas o tato. É importante perceber que há pessoas em suas laterais, em sua frente e atrás.

Por isso, cada um precisa ocupar o seu lugar e já é confortável. Não precisa abrir as pernas, esfregando nas pessoas ao lado, nem reclinar muito as poltronas, dificultando os movimentos de quem está atrás. Reclinar bancos é incômodo tanto em ônibus como nos carros de passeio, que já são pequenos e ficam ainda mais apertados.

Cuidando desses aspectos, a viagem fica bem mais divertida e tranquila. Todos se respeitam e tudo corre bem.


👉 E ainda mais para você: O poema do ano



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

#PartiuLer Mais essas sugestões de posts!

0 comentários

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!