"Com aquilo que sobra, você fica sabendo o que aconteceu."


Variedades


Toda atividade humana leva a algo com aproveitamento e a algo que se transforma em desperdício. Costumamos focar nossas atenções sempre à parcela principal, ou ao que nos chama a atenção e parece útil, mas uma reversão de pensamento pode ser útil para reconstruir hábitos e fazer coisas melhores.

https://www.oblogdomestre.com.br/2019/03/CapacidadeDeEconomizarEReduzir.Variedades.html
[Imagem: stevepb/Pixabay]



Um desses raciocínios ao avesso reside na geração de resíduos. Pela análise de composição, especialistas da área de resíduos sólidos urbanos recompõem o estilo de vida de quem vive em dada área. Como ganhar mais se torna sinônimo de consumir mais e produtos mais caros, o volume e características dos resíduos sólidos refletem isso.

Pensando naquilo que sobra e em todas as faixas de renda, na forma de resíduos ainda, a sociedade paga para dispor seus resíduos incorretamente e perde oportunidades de geração de renda e preservação ambiental quando: usa mais embalagens do que o minimamente necessário; não separa seus resíduos; realiza atividades com consumo intensivo de itens supérfluos (que podem parecer simpáticos a princípio, mas que cumulativamente podem ser dispensáveis, como enfeites em festas de aniversário infantil).

Trazendo nossa afirmação para o mundo das finanças (não que tenhamos deixado), muitas pessoas procuram empregos para pagar suas dívidas ou conseguir ter maior poder aquisitivo. Chegam a conquistar o que queriam, mas continuam em situação financeira ruim. Talvez o segredo delas não esteja no que ganham, mas no que sobra mensalmente. Se uma pessoa não adéqua sua capacidade de consumir e ter gastos fixos aos recursos que dispõe, ela terá problemas financeiros dali para frente.

Imprevistos podem acontecer, tanto para bem, como para mal. Uma pessoa pode descobrir uma doença e precisar de tratamento urgente, o que exige grande desembolso. Ou ainda, aquela pessoa que está atenta às oportunidades em sua vida pode se deparar com uma que irá alavancar sua carreira ou seus negócios. Pode ser fantástico, mas também pode exigir montantes para viagens, capital de giro, cursos superiores ou outras tantas coisas.

Por esses e outros motivos, qualquer que seja o orçamento, precisa sobrar dinheiro mensalmente. Deve haver um esforço em analisar periodicamente o quanto se gasta e estar atento a oportunidades de economia (desde que realmente sejam vantajosas, como um produto bom com preço mais barato em outro local). Com sobra de dinheiro, é preciso pensar em algum tipo de investimento (conta poupança não vale) como conta digital com rendimento diário ou Tesouro Selic. Ou, se o orçamento for mais folgado (e assim for feito ser) pensar em investimentos a prazos e ganhos maiores. Não se pode fazer economia e juntar uma poupança pessoal sem investir, senão o poder de compra se perde ao longo do tempo.

Fechando esse segundo exemplo, a gente volta a destacar a frase-título. Com o que sobrou dos ganhos mensais, você sabe se aquela pessoa se programou para eventos futuros e busca melhores oportunidades de futuro. Se ela não teve essa consciência, e não houve aquilo que sobra, você também sabe que ou se tem alguém imprevidente, ou que pensava que sua condição estável duraria para sempre, o que não acontece em um mundo real.


👉 E ainda mais para você: Comparando preços



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.