Os dilemas das profissões



Variedades


Quem ganha um título profissional, seja técnico, tecnólogo ou bacharel, deseja buscar uma ocupação no mercado, assumindo uma função social e garantindo seu sustento. Mas, não são poucas as vezes em que essas pessoas se sentem frustradas ao começar na profissão. Mas, por quê?


https://www.oblogdomestre.com.br/2018/08/DilemasDasProfissoes.Variedades.html
[Imagem: Guia Vestindo a Beca]



Há um senso comum, por um lado, de valorizar o esforço de quem estuda. Por outro lado, também é comum se desqualificar o que as pessoas aprendem no meio universitário. É importante haver um conhecimento da realidade de mercado, mas isso não pode suplantar o conhecimento técnico-científico. Para a ciência se desenvolver, não se pode ficar na mera aplicação do que já existe.

O mercado também vai precisar se adaptar para absorver profissionais mais capacitados. Eles aprendem mecanismos diferentes, por vezes inovadores, e podem saber como implantá-los com economia e segurança. Mas as respostas podem não ser tão imediatas como de quem repete por anos o que aprendeu olhando o que outro fazia. É preciso ter confiança.

DILEMAS


Então, pensando em tudo isso, vamos falar de alguns outros dilemas que cada profissional passa ao se formar. Também serão citados outros profissionais que vieram à memória.

Você sabe de outros dilemas? Deixe nos comentários.

ENGENHEIRO(A) CIVIL: Trabalha com uma indústria que se move e mão-de-obra quase nunca qualificada. Cada operário aprende de um jeito e simplesmente se recusa a atender especificações. É visto como uma fábrica de ART's.

ADVOGADO (A): Precisa entender o que se passa na vida do cliente, mesmo estando cheio de processos para fazer petições e protocolar no fórum. Há quem ainda ache que precisa receber apenas se ganhar a causa.

PROFESSOR(A): lida com diferentes estímulos brilhantes por todos os lados. Tenta transmitir conhecimentos, mas acaba tendo que educar além do que se propõe, ensinando respeito e bons modos. Faz isso porque crê no ser humano. Mas ainda há quem pergunte, inclusive para os(as) de ensino superior no que mais eles(as) trabalham.

ATENDENTE DE TELEMARKETING: pode ser a pessoa que vai estar passando as próximas horas conversando com você. Possui sentimentos, família e amigos... mas ouve um bocado de coisas por conta de empresas que falham em seus serviços ou que mandam insistentemente para que busquem clientes.

FAXINEIRO(A): ainda não criou o superpoder de passar por um local e deixá-lo limpo pelos próximos dois meses, apenas com a mágica de sua presença. Não pode ensinar aos filhos dos outros que porta de armário ou do escritório devem ser pegas apenas pelo puxador.

CAIXA BANCÁRIO: é aquele que você vê trabalhar poucas horas por dia. Nas horas que sobram ele conta malotes e canta que dinheiro na mão é vendaval.

HISTORIADOR(A): vê um monte de pessoas dizendo que não viram nada de ruim na ditadura. Sabe que a realidade não se tece por aquilo que uns não viram porque outros esconderam.

ADMINISTRADOR(A): pode ter ou não o prazer de comandar algo seu, mas sofre com um cliente que quer um menor preço e um sócio em Brasília que quer muito lucro. Vê uma balança na Farmácia e sabe que precisa pesar tudo, inclusive as expectativas de todos.

MÉDICO(A): é um(a) sujeito(a) que passou por uma batalha só para entrar na faculdade, estando disposto(a) a lutar para sua saúde. Mas precisa de sinceridade e que pare de haver confiança cega nas dicas da internet ou da vizinha. É olhado como uma fonte de atestados e receitas de antibióticos.

DESENVOLVEDOR DE SOFTWARE: precisa explicar bem para a família que gosta de sequências lógicas e desenvolver softwares. Por mais que goste de português, não quer que digam que faz programa.

ATOR E ATRIZ: possuem uma enorme consciência corporal e precisam decorar seus textos com perfeição. Há quem pense que o bom mesmo é ter vários pares românticos para dar beijo técnico.

MÚSICO(A): precisa tratar de viajar um pouco, por que discos são pirateados direto, vendidos ao ar livre. Sabem que muita gente trabalhou, mas o público não quer remunerar.  O jeito é deixar músicas para download no site oficial mesmo...

MATEMÁTICO(A): é fortemente testado por pessoas tentando botá-lo(a) para fazer contas enormes de cabeça. Mal sabem eles que as calculadoras já fazem isso... e que pode não ser necessário um único número para descrever um enunciado, ou melhor, axiomas e teoremas.

PODÓLOGO(A): pode ser um mago/feiticeira dos pés, tratando e prevenindo possíveis enfermidades que envolvem a pele ou mesmo as unhas. Há a possibilidade de desencravar unhas, mas isso não faz com que assuma a função de manicure.


👉 E ainda mais para você: O Trabalho do Assistente Social



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.