Tempos verbais do Indicativo


Língua Portuguesa



O modo indicativo demonstra, em suas formas verbais, fatos ou ações com certeza implícita nos mesmos. Demonstra ações habituais, traz fatos novos ao que aconteceu no passado ou coisas previsíveis ao futuro.

Ele é composto por seis tempos verbais. São eles: presente, pretérito imperfeito, pretérito perfeito, pretérito mais-que-perfeito, futuro do presente e futuro do pretérito.


https://www.oblogdomestre.com.br/2018/12/TemposDoIndicativo.LinguaPortuguesa.html
[Imagem: wilhei/Pixabay]



PRESENTE


É o tempo verbal que indica o que está acontecendo neste exato dia ou momento. O AO VIVO e o costumeiro contemplam o presente.

Ex:
1 ) Faço esse prato com vegetais selecionados e sal-rosa-do-himalaia.
2 ) Está saindo de casa para o trabalho.
3 ) Rosa colhe flores e frutos do pomar.

PRETÉRITO IMPERFEITO


A "imperfeição" desse pretérito está em indicar costumes antigos ou fatos do passado sem um fechamento ou finalização definitiva. As ações ainda podem estar sendo repetidas.

Ex:
4 ) Jorge falava das regras doa jogos.
5 ) Eu cantava ao tomar banho.
6 ) Eles mencionavam políticos corruptos em todas as edições.

PRETÉRITO PERFEITO


O pretérito perfeito do indicativo demonstra ações concluídas ou que não se repetem por mais que certo evento aconteça novamente. É a forma mais intuitiva de pensar em passado.

Ex:
7 ) Mayara contou as notas do pagamento sorrindo.
8 ) O casal de namorados noivou nesta quinta-feira.
9 ) O dirigente mudou a proposta depois da repercussão negativa.

PRETÉRITO MAIS-QUE-PERFEITO


Essa forma de pretérito não é apenas sensacional como nos localiza no tempo, mas na não obviedade, sendo usada por falantes e autores mais-que-perfeitos. Mas pode confundir falantes imperfeitos, que leem incorretamente, falando como se fosse futuro do presente.
Em outras línguas, como o Inglês, há tempos verbais diferentes, mas no caso do pretérito mais-que-perfeito, existe equivalente direto.
O pretérito mais-que-perfeito é usado junto com outros pretéritos para indicar um acontecimento anterior a outro, sendo ambos no passado.

Ex:
10 ) Janice retornou à cidade contando do centro histórico que visitara nas férias.
11 ) A atendente imprimiu o novo título de eleitor com a inscrição da biometria que registrara.
12 ) Comi uma fatia e lembrei de outra torta deliciosa que comera na casa da minha namorada.

FUTURO DO PRESENTE


É o futuro certo e preciso que projetamos. Quando ele chegar e constatarmos o que se passou (virar nosso presente), pode ser que a gente tenha de fazer reconsiderações (e aí vem o último tempo do indicativo, que é o futuro do pretérito).

Ex:
13 ) Conhecerás a novidade do século!
14 ) Este jantar realizar-se-á às 15h30 da próxima segunda.
15 ) O Messias não hesitará em falar com os pobres.

FUTURO DO PRETÉRITO


Tudo parecia certo, mas o tempo virou... Você já ouviu estas orações coordenadas adversativas em algum momento, e são elas que explicam o futuro do que parecia certo, mas se tornou suposição e plano não cumprido. Também é utilizado em situações formais envolvendo pedidos.

Ex:
16 ) Teobaldo cancelou o comício que faria no sábado seguinte.
17 ) Começaria as aulas de canto quando terminassem as de violão.
18 ) Augusto e Paola assumiriam quaisquer responsabilidades naquela conjuntura econômica.





👉 E ainda mais para você: Por que são quatro porquês diferentes?



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.