Verbos dicendi


Língua Portuguesa


Dentro da língua portuguesa, há diferentes classes gramaticais como verbos e substantivos e, dentro delas, outras divisões segundo a finalidade de cada palavra. Os verbos quando são chamados "dicendi" (latim) ou "de dizer", são aqueles usados na construção de um diálogo. Eles representam a maneira como alguém se expressa.

https://www.oblogdomestre.com.br/2018/11/VerbosDicendi.LinguaPortuguesa.html
[Girafas em reunião (devem estar usando verbos “dicendi”)! Imagem: Sponchia/Pixabay]



Como exemplos:

- dizer;
- pedir;
- anuir;
- indicar;
- afirmar;
- arguir;
- declarar;
- perguntar;
- indagar;
- ordenar;
- interrogar;
- contestar;
- concordar;
- responder;
- exortar;
- exclamar;
- replicar;
- bradar;
- solicitar;
- mandar;
- expressar;
- animar;
- retrucar;
- negar;
- aconselhar;
- gritar;
- assentir;
- rogar;
- determinar;
- objetar.

Esses e outros verbos são utilizados no discurso direto, seguidos por dois pontos, novo parágrafo e travessão, com reprodução literal do que o autor da fala pronunciara.
No discurso indireto, há uma tradução ou o uso de outras palavras quanto ao que o sujeito falou. Essa tradução é que traz um viés aos textos, não evitável.

Em textos científicos, o discurso indireto também leva verbos dicendi. Entretanto, o peso dado a cada afirmativa, ou quando ocorre a contraposição de ideias, é dado pelo verbo escolhido. Por exemplo:

"Bertuol (2014) afirma que a casa é o princípio de nós mesmos, enquanto Favero (2018) pontua o círculo social na nossa forma de ser."

Trocando os verbos dicendi:

"Bertuol (2014) destaca que a casa é o princípio de nós mesmos, enquanto Favero (2018) confirma o círculo social na nossa forma de ser."

Note-se o poder que esses verbos têm na construção do sentido de um período. Não é de todo ruim haver esse viés, porque na escolha deles é que o autor demonstra qual sua opinião naquele contexto, seja um texto científico ou não. E, principalmente no discurso indireto, é muito importante buscar as fontes originais, para poder formular sua opinião e seu texto, a sua expressão, o seu verbo dicendi.



👉 E ainda mais para você: (sic)



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.