Aposto – o elemento que explica


Língua Portuguesa


Dentro de nossa língua existe um elemento especial, o aposto, que se destina a explicar ou definir melhor algo. Em geral, aparece entre vírgulas, após o sujeito ou o objeto direto, mas pode surgir antes do restante da oração. 

http://www.oblogdomestre.com.br/2018/02/Aposto.LinguaPortuguesa.html
[“Exemplo incorreto de uso do aposto”. Imagem: O Blog do Mestre]



Além das vírgulas, o aposto pode vir entre travessões ou após dois pontos (quando surgir ao fim de um período). Na imagem desse post há um exemplo de uso do aposto, onde foram omitidos o nome e razão social do hospital em questão. Há um erro grave a ser considerado: o termo Hospital [...] é aposto, ou seja, explica de forma mais clara de qual Associação [...] que se trata, devendo receber hífen ao fim do nome. Em função da inadequada identificação do aposto, houve erro na concordância verbal. A associação está certificada, e não certificado.

Outro exemplo que se pode dar é quando o aposto explica o objeto direto:


Adoro a comidinha de minha mãe: bolinho-de-chuva, croissant, salpicão, farofa...


Veja que “comidinha da minha mãe” é objeto direto, e, caso retirarmos esse objeto, o aposto passará a assumir a função de objeto direto.

Também podem ocorrer sucessivos apostos, ou seja, haver um termo que explique outro do aposto anterior:


Fui atendido pela Mayara, esposa do João, engenheiro daquela empresa.


Os apostos podem ser classificados segundo sua função como: explicativo [1], enumerativo [2], resumidor [3], comparativo [4], distributivo [5] ou de oração [6]. Veja a seguir alguns exemplos de cada um desses tipos:


Albino Manique e Mário Zan são excelentes acordeonistas, um na música gaúcha e outro na brasileira. [5]

Seu sorriso, um maravilhoso pôr-do-sol, era uma das alegrias de minha vida. [4]

A Engenharia Civil, ciência que trabalha com princípios técnico-científicos na concepção, projeto e execução de edificações urbanas e obras de infraestrutura, vem atraindo muitos jovens nas universidades brasileiras. [1]

Eu gosto muito de três coisas: amor, carinho e atenção. [2]

Qualidade de vida, justiça social, meio ambiente preservado, tudo isso nos levará a um futuro sustentável. [3]

Meu tio comprou um Elantra, sinal de que está ganhando mais. [6]



👉 E ainda mais para você: Nada 'haver'?!


GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.