País de origem: RPC

Curiosidades


Você já pode ter visto este nome em algum lugar... só não vale dizer que é a afiliada da TV Globo, apesar da logo e canoplas bastante bonitas. O uso do nome RPC (quando falamos no país) é apenas uma daquelas estratégias para evitar má impressão de tempos passados.

http://www.oblogdomestre.com.br/2017/10/Origem-RPC.Curiosidades.html
[Embalagem de produto advindo da RPC. Imagem: O Blog do Mestre]



Há alguns anos, a China era conhecida por sediar empresas que fabricavam utensílios de baixo valor, como algumas marcas de utilidades domésticas e brinquedos. Estes produtos eram comercializados no varejo paraguaio e, mais tarde, acabavam sendo vendidos nas lojas populares de varejo do Brasil, ficando famosos pela “qualidade duvidosa”.

O fato é que hoje, a China é o país mais populoso do mundo e emprega sua mão de obra em indústrias dos mais diversos níveis, desde os mais simples brinquedos infantis até produtos de alta tecnologia, componentes para computadores, tablets e smartphones. Tamanho o crescimento da indústria chinesa, acompanhado por boa qualidade, que hoje é difícil encontrar algum setor em que não haja inserção de produtos ou equipamentos chineses.

Para comercialização no Brasil e outros países, era comum a inscrição em inglês:

MADE IN CHINA

O que equivale a “fabricado na China”. Porém, alguns produtos e brindes no mercado vem ganhando uma nova inscrição:

ORIGEM: RPC

O que significa exatamente a mesma coisa. Entretanto, nesse caso, estão sendo utilizadas as iniciais do nome completo do país, que é a República Popular da China. Seria o equivalente a exportar produtos brasileiros e pôr na embalagem “fabricado na RFB”, pois somos da República Federativa do Brasil.

Este é um pequeno detalhe que demonstra como uma mesma informação pode ser apresentada de maneira fácil e intuitiva, ou ser mascarada na forma de algo que se torna de compreensão difícil ou não tão imediata assim. E, no caso da presença maciça desses produtos em nosso mercado interno, percebemos a falta de competitividade de nossa indústria local, que acaba sofrendo com as pressões como alta carga tributária do produto nacional, mas aí já é outra história...

👉 E ainda mais para você: Preciosos segundos



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.