Vamos brincar?

Variedades

Quando somos crianças, um pedaço de papel e até uma folhinha de árvore ou um pedacinho de galho já são suficientes para começar a diversão. As brincadeiras de criança são a forma de elas aprenderem, crescerem com saúde e se divertirem, e são uma ‘bagagem’ que se leva para o resto da vida. Quem não se lembra de, ao menos uma brincadeira que tenha feito durante a sua infância?

Brincadeiras de criança
[Imagem: Tati Correa]


As brincadeiras se dividem em quatro grandes tipos: jogos, com brinquedos pequenos, em grupo e com aparelhos eletrônicos.

As brincadeiras com jogos incluem peças e baralhos, como cartas, dominós, jogos-da-memória, quebra-cabeças, etc. Estas brincadeiras ajudam a desenvolver muito o raciocínio das crianças e as ajudam a aprender a desenvolver estratégias para vencer desafios.

As brincadeiras com brinquedos pequenos diversos são aquelas em que carros, bonecos e bonecas são usados, e as crianças costumam assumir um personagem e criar pequenas estórias. Algumas crianças são mais críticas e não aceitam misturar brinquedos de tamanhos diferentes, mas, sempre pode aparecer um gigante e tudo mudar... Estas brincadeiras ajudam a desenvolver a criatividade das crianças, podendo ser feitas entre crianças ou mesmo quando estão sozinhas.

As brincadeiras em grupo são aquelas que as crianças adoram fazer em aniversários ou estando na escola, pois precisam de bastante espaço e são feitas principalmente ao ar livre. Estas brincadeiras são as que mais desenvolvem o respeito ao outro e o espírito de equipe. E são várias, não faltando opção, é pique-esconde, pega-pega, telefone-sem-fio, taco, vivo-ou-morto, estátua, amarelinha, pular corda, cantigas de ciranda e muitas outras.

Por fim, as brincadeiras com jogos eletrônicos vêm ganhando espaço, tendo os mesmos benefícios dos jogos com peças e cartas, com muito mais opções e facilidade para jogar. Também facilitam no caso de a criança for para um lugar em que não possa levar muitas coisas na bagagem e ainda assim queira se divertir. Mas, por outro lado, junto com o medo de expor às crianças aos ambientes públicos, eles vêm substituindo as brincadeiras em grupo, deixando as crianças mais sedentárias, o que deve ser evitado.





Þ GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO ESTES BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.