Quem nunca jogou dominó ou baralho?

Curiosidades

Tanto o dominó como o baralho são tipos de jogos muito comuns nos sábados à noite, em família, ou como forma de diversão de senhores nas praças. O dominó, em diferentes formas e cores, pode ser uma excelente forma de aprendizagem para as crianças, sendo mais comum na primeira e segunda infâncias. Entre os dois, o baralho é o que permite uma maior variabilidade de jogos, entre eles: tranca, cacheta, pôquer, canastra, pife, entre outros.

[Imagem: Sociólogo Online]


Não se sabe qual a origem do dominó, mas alguns indícios indicam que seja de origem chinesa. Na Europa, as referências existentes apontam a existência de dominós a partir do século XVIII. Em geral, joga-se o dominó em dois ou três jogadores, com o recurso de pescagem, onde, havendo a necessidade de uma peça que o jogador não possuir, terá de busca-la e ficar com ela, servindo ou não, pois estas peças são surpresa. Já no jogo em 4 participantes ou em duas duplas, fica muito fácil prever quem vencerá, pois uma das duplas pode trancar a outra, pois todas as peças estão em jogo. Outra forma de usar o dominó, também curiosa, são os jogos de peças em pé a serem derrubadas. Neste caso, a quantidade de peças de dominó derrubadas com um único impulso é o critério de competição.
Já o baralho surgiu simultaneamente em diferentes locais, épocas e culturas. Relatos ingleses remetem aos jogos de cartas sendo usados para prever o futuro no ano de 969. Como mencionado, o baralho permite variabilidade de jogos, quando se trata do baralho tradicional (com naipes e numeração). Este mesmo baralho serve como instrumento para mágicas de muitos artistas. 
Mas, alguns jogos de baralho exigem cartas especiais, podendo ser usados apenas para tais jogos. Alguns exemplos são o truco (cuja origem é atribuída à Espanha), jogo de baralho francês, os infanto-juvenis Uno e Yu-Gi-Oh!, jogos-da-memória, etc. Quando se fala em baralhos de cartomancia, há os baralhos de tarô suíço, cigano, tarô egípcio, entre muitos outros. E, assim como o dominó, alguém resolveu testar o equilíbrio dos instrumentos de jogo, empilhando-os ao invés de fazer os jogos tradicionais, fazendo os ‘castelos de cartas’. Assim como no caso do dominó, existem competições ao redor do mundo para quem leva os castelos à sério.


Você também pode gostar de: (Curiosidades) A bicharada ficou bêbada!





Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.