O que é praticagem?


Curiosidades


No mundo, existem inúmeras profissões que são pouco conhecidas e muito menos divulgadas. E dentre estas várias profissões desconhecidas, abordaremos uma que é fundamental para o comércio externo. Você já ouviu falar em praticagem?

[Imagem: wasi1370/Pixabay]




Entende-se como praticagem a atuação de profissionais especializados que prestam um serviço de assessoria aos Comandantes de navios. Sendo assim, os Práticos (profissionais da praticagem), são os responsáveis por manter a segurança dos portos, de modo que o número de acidentes seja reduzido e até evitado. A praticagem é de iniciativa privada, no entanto, há interesses públicos na atuação desta profissão, uma vez que no Brasil, 95 % (noventa e cinco por cento) do comércio exterior é feito por meio via marítima, ou seja, requer-se o máximo de cuidado para que nenhuma carga seja perdida nos portos devido a um acidente...

FUNÇÕES DO PRÁTICO


O prático é responsável pela segurança do porto, deste modo ele acompanha todos os tipos de embarcações e navios que adentram no porto, mas também auxilia as embarcações que passam por locais de navegação restrita, ou seja, regiões onde as condições locais dificultam a livre navegação dos navios. O profissional de praticagem trabalha o ano inteiro, ou seja, são 365 dias ininterruptos e com disponibilidade 24 h por dia, monitorando as zonas de praticagem e auxiliando os navios que vão e vêm.

CARREIRA DO PRÁTICO


Para se tornar um prático, é necessário participar de um professo seletivo, sendo este o Processo Seletivo à Categoria de Praticante de Prático (PSCPP), o qual é realizado e fiscalizado pela Marinha Brasileira. Podem participar do processo seletivo homens e mulheres, sendo necessário possuir pelo menos uma graduação - seja esta qual for – e possuir também habilitação amador.
Após realizar o processo seletivo, o qual é dividido em quatro fases, sendo estas: Prova escrita, Seleção psicofísica/teste de suficiência física, Prova de títulos, Prova prática-oral, o profissional passará por um estágio nas zonas de praticagem, sob supervisão de Práticos experientes, os quais irão ensinar “na prática” situações de manobras de navios, assim como também particularidades locais, correntes variações da maré, ventos, perigos submersos, entre outras particularidades.
Como o prático não é um funcionário público nem um militar, o prático torna-se um profissional autônomo, deste modo, sua remuneração depende da movimentação do porto e sua atuação. Na maioria dos casos, os práticos são organizados em empresas gerenciam a praticagem (atalaia, lancha, funcionários, etc.). A remuneração é o principal atrativo desta profissão, assim está se dá a partir de fatores como o movimento de cada porto, o porte dos navios e a sazonalidade do tráfego marítimo.


👉 E ainda mais para você: O que é um Porto Seco?




GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

CONTEÚDO PRODUZIDO COM APOIO DA AFILIADOS NA WEB: https://afiliados-na-web.com/

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.