O Prêmio IgNobel ou Troféu Pesquisa Bizarra


Curiosidades


Assim como o prêmio Nobel, da Suécia, que premia as maiores e mais destacadas pesquisas, existe o prêmio IgNobel, que premia algumas pesquisas científicas um tanto bizarras, as quais se costuma dizer que primeiro fazem rir e depois pensar. O prêmio IgNobel é oferecido pela Universidade de Harvard, em Cambridge. Massachussets, Estados Unidos.

https://www.oblogdomestre.com.br/2018/06/PremioIgNobel.Curiosidades.html
[Imagem: A Voz das Comunidades]



Segundo o jornal El País, assim como a premiação anual de seu co-irmão, o prêmio IgNobel dá uma vultosa quantia em dinheiro como prêmio: uma nota de dez trilhões de dólares de Zimbábue, em homenagem ao vencedor da categoria “Economia” em 2009, Gideon Gono, que como presidente da Reserva Federal do país emitiu essas notas para, supostamente, combater a hiperinflação. Em geral, os pesquisadores aceitam como uma brincadeira e recebem o prêmio, não como um demérito, mas como algo curioso. Já houve quem tenha ganhado um Nobel e um IgNobel.

Outras pesquisas que já ganharam o troféu foram:

- Biologia (2016): Cientistas brasileiros e japoneses que descobriram em uma caverna brasileira um inseto cuja espécie possui fêmeas com pênis e os machos com vagina. Com publicação pela  Current Biology, pode ser que o estudo entre para as pautas da diversidade. Mais bizarro ainda é o relato de que  a fêmea penetra o macho de quarenta a setenta horas até coletar todo o seu sêmen;

- Anatomia (2016): Um trabalho publicado em 1993 por um médico britânico que trazia a pergunta de pesquisa envolvendo o grande porte das orelhas de idosos. Isso ocorreria devido ao um crescimento de dois décimos de milímetro por ano;

- Economia (2016): os neozelandeses Mark Avis, Sarah Forbes e Shelagh Ferguson, ganharam o prêmio após estudarem a percepção que se tem da personalidade das rochas desde a perspectiva de vendas e marketing;

- Medicina (2015): os pesquisadores Hajime Kimata (Japão), Jaroslava Durdiaková (Eslováquia) ganharam após fazer experimentos que estudaram os benefícios biomédicos das consequências de beijos prolongados e intensos (além de outras ações íntimas interpessoais);

- Saúde Pública (1996): garantido por Ellen Kleist de Nuuk (Groenlândia) e Harald Moi de Oslo (Noruega), pelo relatório médico preventivo "Transmissão de Gonorreia Através de uma Boneca Inflável";

- Biologia (1996): foi dado aos autores de uma pesquisa sobre o efeito da cerveja e do alho no apetite das sanguessugas (Anders Baerheim e Hogne Sandvik, da Universidade de Bergen - Noruega);

- Paz (2006): dado à invenção de um repelente de adolescentes - um aparelho que emite um barulho extremamente irritante para eles, mas inaudível por adultos, para Howard Stapleton, de Gales;

- Medicina Veterinária (2009): os veterinários Catherine Douglas e Peter Rowlinson, da Universidade de Newcastle, no Reino Unido, abocanharam o prêmio após um achado na criação de gado leiteiro. Você sabia que vacas batizadas pelos seus donos produzem mais leite do que as sem-nome?






GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.