Superioridade de raças e Genética

por - domingo, maio 13, 2012


Imagem: REVISTA INFO - ABRIL

 Ao descobrir o código genético, o homem descobriu o código da vida, um conjunto de complexas moléculas compostas por genes, fragmentos de DNA que contém informações específicas determinando a síntese de uma proteína ou as nossas características físicas, por exemplo. São os genes que definem a nossa semelhança com pais, tios, avós e demais parentes. Estudando o Genoma (conjunto de todos os genes de uma espécie), cientistas descobriram uma enorme variedade de genes no ser humano (cem mil) e em outros animais, encontrando semelhanças nestes códigos genéticos e, portanto, entre homem e demais animais.

A determinação da superioridade de raças é advinda de fatos históricos e culturais que foram determinantes ao longo dos tempos para definir que seriam opressor e oprimido. Não estamos falando apenas da relação negro-caucasiano, que melhorou muito no Brasil, mas precisa progredir; todavia falamos em um conceito mais geral: o nazismo, a crença da superioridade dos países neocolonialistas, dos homens em relação às mulheres, etc. Superioridade é uma ideia vinda de conceitos sociais, que não se baseia em conceitos biológicos que fundamentem estas teorias que surgiram ao longo da História. Em igualdade ideal de condições, mantendo-se a competitividade, se define como critério de sucesso de cada um a dedicação no que se faz.

Falando apenas em cor da pele, estamos dizendo que meia dúzia de genes definem a superioridade de uns e outros, entre cem mil. Os genes que determinam a cor da pele não definem como será o cérebro ou a estrutura óssea. Ou seja, não existe cérebro de chinês e cérebro de sueco, músculo de estadunidense e músculo de grego, etc. As diferentes características formam um jogo de peças, encaixadas durante a formação do ser humano. Há sim casos especiais de doenças genéticas em que alguns genes definem o conjunto, como no caso da Síndrome de Down, todavia isto não vale para comparar ‘raças’, conceito biologicamente infundado.
 

#PartiuLer Mais essas sugestões de posts!

2 comentários

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!