Entendendo a passagem de Jesus

watch_later 16 de abril de 2017
comment Comentar
Religião


Quem segue alguma crença religiosa tem a certeza de que a fé muda o mundo. E, em muitas destas crenças, Jesus Cristo é um símbolo maior de fé e esperança, de mudança pessoal e coletiva. Em época de quaresma, culminando na semana santa e, por fim na Páscoa, é preciso ir além da simbologia da vida nova, representada pelos ovos e pelo coelho, e entender a maior mensagem passada por Jesus ao longo de sua estadia física pela Terra. 

http://www.oblogdomestre.com.br/2017/04/MensagemPassadaPorJesus.Religiao.html
[Imagem: Diocese de Uruaçu]



Jesus Cristo foi um homem de hábitos simples, nascido em uma família pobre. Entretanto, seus pais tinham sabedoria, fé e muito a ensinar ao filho. Ele sempre ouviu seus pais, aprendeu com eles, mas trazia algo dentro de si – a certeza da missão que Deus lhe dera ao nascer.

Com o passar do tempo, Jesus sentiu a hora de começar sua jornada. Seu primeiro milagre não aconteceu em condições espetaculares, mas na vida comum. A água foi transformada em vinho, o mais saboroso da festa familiar. E é na vida comum, em pequenas ações, que surgem as grandes atitudes do homem, como um primeiro passo.

Mais adiante, Jesus reuniu em torno de si pessoas que acreditavam num mundo diferente, no reino de Deus. Curou doentes, ressuscitou mortos, impressionou os homens de seu tempo com o poder que vem do Criador. Se do pecado vem a doença, de seu perdão veio a cura de muitas pessoas.

E de que pessoas? Aí vem a parte mais interessante. Jesus não fazia distinção, enxergava o ser humano como tal. Maria Madalena é um exemplo, considerando a menção bíblica como pessoa com pecados, sem entrar no mérito da discussão sobre as hipóteses de “prostituta” ou ainda “esposa-de-Jesus”.

Jesus Cristo tornou-se um grande problema para os “poderosos” de seu tempo. Alguém que enxergava os excluídos, fazia milagres, era contrário à pena de morte e se anunciava Rei era potencialmente “perigoso”. Da crucificação à ressurreição, do sofrimento à apoteose da fé e da esperança, Jesus cumpriu sua missão.

E cabe a nós, hoje, compreender o sacrifício de Jesus e a sua maior mensagem, que é o amor ao próximo e o arrependimento sincero. É preciso trazer para a vida cotidiana a vontade de ser melhor; de ajudar ao outro, dedicando seu tempo, conhecimento e empenho; tolerar e evitar pequenas desavenças; trazer uma palavra de conforto ao doente; ajudar o idoso a fazer o que o tempo lhe tirou em troca da sabedoria... A Páscoa aproxima as famílias, mas deve ser maior e aproximar também os seres humanos!

E ainda mais para você: Sexta-feira da Paixão



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)