E depois o palhaço é o Tiririca

watch_later 19 de abril de 2016
comment Comentar
Notícias


Neste último domingo, dia 17 de abril de 2016, ocorreram as votações pelo prosseguimento ou não do processo de Impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff. Não discutindo o mérito da ação, houve uma série de partidos que 'não compactuam com o atual governo' mas que por muito tempo fizeram parte dele, hoje se sentindo 'indignados' com a situação atual do país. Mas esta não foi a única piada da noite em que o Tiririca mostrou ser o menos palhaço de todos... 

Votação do Impeachment de Dilma Rousseff
[Imagem: Reprodução / O Globo]


Pelo meu país, por Deus, pela torcida do Flamengo, pelo bolsa-família, pelo político se revirando no túmulo, pela minha sogra, pelo meu pinscher, pela happy hour, o Sr Eduardo Cunha é que deveria ser julgado, o meu filho dirá a resposta... Com tamanha quantidade de besteiras e pecados para a Religião sendo ditos, os 10s previstos por voto passaram longe. A seção se estendeu até às 23h. Duas perguntas que ficam: quem paga a conta de duas seções em final de semana que se estendem demais? E que lição podemos tirar dessa votação?

Começando pela pergunta das horas extras, quem paga nós já sabemos. Mas, como todo funcionário, um político deveria primar pela celeridade do processo, como sinal de respeito ao eleitor. A seção dominical tem sua vantagem, que é a de permitir que o eleitor acompanhe, mas possui seu custo.

Já a segunda pergunta tem teor eleitoral. Como a votação foi acompanhada por milhares de pessoas e cada um é obrigado a declarar publicamente em quem votou, os políticos 'capricharam' no discurso, para se mostrarem sérios e responsáveis quanto ao futuro do país. E demonstraram o que são: verdadeiros palhaços que tentam pregar moralidade e assumem a administração pública sem ao menos saber concordância verbal. E vão além: geram centenas de projetos de lei sem cabimento que unicamente servem como passatempo. Nas eleições não é diferente, pois muitos se elegem dizendo apenas seu número no programa eleitoral ou com frases de efeito.

Na hora do voto do Tiririca, este surpreendeu dizendo apenas que seu voto era sim. Isso não muda o fato estranho de sua eleição mas... que foi curioso foi. Ele, assim como os outros, são reflexos da nossa política.

E ainda mais para você: Tiririca não está sozinho




GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)