Por que as Lâmpadas de LED são muito mais econômicas do que as outras?

Variedades  


LED, cuja tradução do inglês é ‘Diodo Emissor de Luz’, é uma das tecnologias existentes de modelo de iluminação, a qual vem-se destacando pelo baixo consumo de eletricidade e alta durabilidade, se comparada às demais. Tais características fazem com que ganhe mercado em relação às fluorescentes, chamadas por alguns justamente de ‘econômicas’. Já existem modelos LED que substituem várias das lâmpadas dos demais modelos, desde as fluorescentes tubulares e compactas, até as famosas incandescentes ‘martelinho’, que se destacavam por serem mais resistentes ao impacto. 

Economia de Energia
[Imagem: Leroy Merlin]


Mas, o que define tal economia? Como que se sabe que um produto eletroeletrônico é mais econômico do que outro, como as lâmpadas de LED?

O consumo de um aparelho elétrico em geral, incluindo as lâmpadas, é dado pela potência (taxa de variação ou de consumo de energia em relação ao tempo) multiplicado pelo tempo em que este aparelho permanece ligado. Para descrever em termos monetários, basta multiplicar o valor da potência em [kW] pelo tempo em [h] pela taxa cobrada pela concessionária. Alguns fabricantes de lâmpadas, no intuito de chamar a atenção aos seus produtos, recomendam não comprar produtos pela ‘wattagem’, quando querem dizer potência.

Apesar dos termos e explicações estranhas, a ideia parte desse ponto: lâmpadas de LED, com uma potência menor conseguem produzir o mesmo efeito em iluminação que outros tipos que demandam maior potência e, portanto maior consumo. É preciso atentar ás equivalências em termos de iluminação, que não coincidem de maneira muito adequada entre fabricantes, mas, para se ter uma ideia, as lâmpadas incandescentes de entrada demandavam de 40 a 60W de potência; as fluorescentes compactas reduziram estes valores na casa dos 15 a 20 W e as lâmpadas de LED de menor potência vão de 4 até 10W.

Se as lâmpadas de LED tivessem a mesma durabilidade já seria visível a redução de consumo, dadas as potências que elas demandam. Entretanto, além de menor consumo, elas apresentam durabilidade muito maior, chegando à casa dos 5 anos.

E ainda mais para você: Como que surge a pipoca?




GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.