Qual a vida útil de pen-drives, CD’s, cartões de memória e outros dispositivos de armazenamento?

watch_later 18 de dezembro de 2014
comment Comentar
Tecnologia

O primeiro parâmetro de durabilidade de um pen-drive ou CD são aqueles fornecidos pelo fabricante. Ou seja, quando se fala em CD’s, fica complicado dizer, já que eles indicam como validade de produto indeterminada desde que garantidas a temperatura de armazenamento, não riscagem nem exposição a raios UV. Para pen-drives e cartões de memória, este prazo de validade é estimado em cinco anos, mas, igual a certas coisas, depende do uso e de como foi feito o produto.

Nas matérias-primas que o fabricante usou para fazer um pen-drive, CD ou cartão, você não pode interferir - aliás, haja criatividade - mas pode tomar alguns cuidados, se o que você busca é durabilidade.

Tecnologia
[Imagem: Geek Project]




Quando se fala em uso, é preciso saber se o ciclo de gravações é contínuo ou não. Em CD’s usuais, é costumeiro que sejam apenas graváveis, ou seja, é preciso colocar arquivos somente até o ponto em que a memória menos um espaço de reserva sejam completados. A própria inserção de arquivos após os primeiros pode gerar problemas, o que levou a muitas pessoas dizerem que CD’s que não eram regraváveis não poderiam ter novos arquivos inseridos.

Isto deixou de ser preocupação com o advento dos pen-drives e cartões de memória, menos sujeitos à perda por riscos, mas que costumam ser usados com armazenamento e remoção de arquivos. Algumas pessoas chegam a salvar seus arquivos diretamente em pen-drives, com medo de falhas. Porém, se é desejada a durabilidade, é melhor manter arquivos por mais tempo, reduzindo os ciclos de apagar/inserir dados.

Outro cuidado importante é o de armazenar dados importantes em outros tipos de dispositivos, como HD’s externos, que também sejam pouco modificados, para garantir a durabilidade. E, de preferência, usar ou um drive de armazenamento em nuvem (OneDrive, Google Drive, Dropbox, etc., sincronizando com diferentes aparelhos para ganhar mais espaço de armazenamento) ou outro dispositivo.

Também se deve atentar ao fato de remover cartões de memória e pen-drives após a permissão pelo sistema operacional, e não esquecer de fechar arquivos deles em uso antes de ejetar. Caso contrário (não é boato), pode ocorrer a ‘queima’ do pen-drive ou SD.

Com estes cuidados, o tempo de uso pode ser estendido bem mais do que cinco anos, mas não esqueça: não é indeterminado e, em caso de falhas ou sinais de aviso, compre um novo dispositivo e transfira seus arquivos.







Þ GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO ESTES BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)