Vocabulário


O que será que a Ficologia estuda? Bom, se termina com o sufixo “logia”, dá para ter certeza que é o estudo de alguma coisa. E o que será um perdigoto? Em tempos de pandemia, muito tem se falado desse elemento. Vamos conhecer esse e outros significados curiosos a seguir!


https://www.oblogdomestre.com.br/2020/07/Esplanada.Capital.Ficologia.Vocabulario32.html
[Queijo Grana Padano aberto após a maturação. Imagem: Luigi Panebianco/Pixabay]



Ficologia

A Ficologia é uma parte da Botânica que se dedica ao estudo das algas. Esse é um estudo bem importante, dentre vários, porque as grandes responsáveis pela produção do oxigênio atmosférico são, justamente, as algas. Também há questões como produtos industriais e alimentícios advindos desses seres que não são plantas, apesar de que façam fotossíntese.

Perdigoto

Mais parecido e trivial em relação a esse nome, perdigoto pode ser uma belíssima perdiz pequenina, um filhote. A ideia de coisa pequena segue em outros significados. No programa apresentado pelo jornalista Márcio Gomes há uns meses, o Combate ao Coronavírus, era recorrente de os médicos falarem em perdigotos, que nada mais são do que gotículas que saem de nossa boca ao falar ou espirrar, e que poderiam transmitir vírus ou outras doenças às demais pessoas.

Pé-rapado

Menções históricas falam que as pessoas que não tinham posses, lá no século XVII, seriam chamadas de pés-rapados por conta de andarem a pé e pegarem a sujeira do chão. Pessoas ricas andariam a cavalo e não sujariam os pés.
Essa pode ser uma ótima explicação quando você sempre viveu em cidades ou lugares pavimentados. Quem já viveu em um sítio, ou teve uma casa com jardim grande, sabe que ir lá fora de casa e pisar onde se formou o barro pode sujar os calçados. Mesmo que você coloque chinelos ao entrar para sua casa ou visitar alguém, até chegar à porta, é bom raspar o calçado para eliminar o excesso de barro e retirar a parte fina em um tapete, para não sujar sua própria casa, ou seja, ser pé-rapado é necessário!

Safardana

Às vezes, para variar as palavras, as pessoas usam termos mais simples ou mais extensos. No caso de leve e leviano, há quem erre usando como sinônimos. Safado, safada e safardana, diferentemente, possuem o mesmo significado, e você escolhe o que prefere usar quando vai falar daquela pessoa sem-vergonha!

Morde-fronha ou fura-fronha

As pessoas adoram usar a cama para dormir e para inventar gírias. A fronha nada mais é do que a capa de um travesseiro, aquela que entra em contato direto com a cabeça da pessoa quando dorme. As gírias, baseando-se em alguns fatos da vida, referem-se aos homossexuais (morde-fronha) ou aos que foram traídos (fura-fronha).

Chilique

Para cada coisa que acontece no cotidiano, existe uma reação, mesmo que inconsciente. Quando o dinheiro aperta, você deve gastar menos... E quando acontece alguma situação e alguém possui uma reação muito inesperada e muito maior do que o motivo? Nesse caso, presenciamos um belo chilique. Segundo a UFMG, chilique seria também uma reação física de um estado de mau-humor e irritação, com o termo “calundus” sendo o equivalente de origem africana.

Esplanada

É corrente, no noticiário político, aparecerem imagens e ser mencionada a esplanada dos ministérios. Essa é uma das esplanadas existentes, mas não a única. Uma esplanada é um terreno plano e longo, que pode ficar em frente a edifícios de governo ou não. Também pode ser um espaço ao ar livre com mesas e cadeiras, privativo a um restaurante.

Explanada

Um sinônimo bem parecido a explicar é explanar. Quando falamos de alguma coisa anteriormente explicada ou que terá detalhamento posterior, diz-se que será explanada. Pode-se diferenciar do termo anterior pela presença da letra x.

Tipo [alguma coisa]

No mundo existem coisas oficiais e similares: isso não ocorre apenas no mundo dos remédios. Quando se fala que algo é tipo [alguma coisa], segue-se uma mesma ideia, mas não há a completa originalidade. Um exemplo, nas pesquisas científicas, são as escalas Tipo Likert – elas possuem opções em números inteiros, com três, sete, onze opções, mas não são como as escalas Likert oficiais, com cinco opções. Outro exemplo, já no mundo dos alimentos, são os queijos tipo Grana brasileiros, que seguem os processos feitos lá na Itália, mas não podem ser chamados diretamente de Grana Padano por não serem fabricados por lá.

Capital

As capitais são os centros administrativos de estados e países, onde estão sediados os governos. Muitas vezes, as capitais são grandes cidades, onde os maiores capitais circulam – capital-de-giro é aquele valor que serve para manter as empresas funcionando, gerando riqueza. O título de capital também pode existir em cidades do interior, quando se destacam por algum evento forte ou pela produção agrícola, existindo a capital da maçã, capital dos extraterrestres, capital das cucas e tantas outras capitais.


👉 E ainda mais para você: Tuiuiu


GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!