Curiosidades sobre as Copas do Mundo de Futebol

por - quinta-feira, março 09, 2017


Esporte


Todas as edições de um dos maiores eventos esportivos do mundo renderam diversos fatos curiosos que você vai conferir a seguir:

https://www.oblogdomestre.com.br/2017/03/curiosidades-sobre-as-copas-do-mundo-de.html
[Imagem: StockSnap/Pixabay]




- Na Copa do Uruguai, realizada em 1930, um jogador chamou a atenção de todos: Héctor Castro não possuía uma das mãos. Em função deste problema físico e de sua habilidade com a bola no pé, ganhou o apelido de "o divino manco".

- Na Copa do Mundo de 1934, realizada na Itália, o jogador da seleção italiana Luigi Bertolini entrou em campo com faixas de pano enroladas na cabeça. O jogador fez isso para proteger a cabeça, pois as costuras das bolas da época eram grosseiras e costumam ferir a pele dos jogadores no momento do cabeceio.

- Ainda na Copa de 1934, outro fato curioso. O jogador da seleção suiça Leopold Kielholz jogou usando óculos. Mesmo assim, foi capaz de marcar três gols.

- Na Copa do Mundo de 1938, realizada na França, o jogador brasileiro Leônidas marcou um gol descalço. O fato curioso ocorreu no jogo entre Brasil e Polônia, vencida por nossa seleção por 6 a 5.

- Na Copa do Mundo da Suíça (1954), um fato causou preocupação em todos que estavam assistindo ao jogo entre Uruguai e Hungria. Após fazer o gol de empate para sua seleção, o uruguaio Juan Eduardo Hohberg desmaiou em campo. Ele recebeu atendimento médico e se recuperou no hospital.

- Na Copa do Mundo do Chile, realizada em 1962, na disputada partida entre Brasil e Inglaterra, um cachorro invadiu o campo e proporcionou uma das cenas mais hilárias de todos os tempos da Copa. O habilidoso Garrincha foi pra cima do animal, porém tomou um drible. Já o jogador inglês Greaves, que não era tão habilidoso quanto o ponta brasileiro, teve sucesso e pegou o cão.

- A Copa do Mundo de 1962 foi uma das mais violentas de todos os tempos. Nos cinco primeiros dias de jogos, cerca de cinquenta jogadores ficaram contundidos em função de jogadas violentas.

- A Tunísia foi o primeiro país da África a vencer uma partida pela Copa do Mundo. Os tunisianos venceram os mexicanos por 3 a 1 na Copa do Mundo da Argentina (1978).

- A maior goleada da história da Copa do Mundo ocorreu na Espanha em 1982. A Hungria venceu El Salvador pelo placar de 10 a 1.

- Em 1982, na Copa da Espanha, o sheik do Kuwait invadiu o campo e pediu a anulação do jogo em que a equipe de seu país perdeu para a França pelo placar de 4 a 1.

- Na Copa do Mundo do México (1986), os brasileiros ficaram surpresos antes do jogo entre Brasil e Espanha. Em vez de tocar o Hino Nacional Brasileiro, tocou o Hino à Bandeira.

- Na copa realizada nos Estados Unidos, em 1994, um fato muito curioso ocorreu no jogo entre Bulgária e México. O defensor mexicano Marcelino Bernal, ao tentar salvar uma bola, exagerou na força e acabou quebrando a trave.

- Na Copa do Mundo do Japão e Coreia do Sul, realizada em 2002, ocorreu o gol mais rápido da história da competição. O jogador turco Hakan Sukur marcou aos onze segundos um gol contra a seleção da Coreia do Sul.

- Na base da Taça da Copa do Mundo de Futebol existe espaço para gravar o nome das seleções campeãs somente até o ano de 2038.

- A primeira Copa do Mundo de Futebol a ter uma mascote foi a de 1966, na Inglaterra. Era um leãozinho chamado Willie.

- Na Copa da Alemanha de 1974, a seleção da Holanda ganhou o apelido de "Laranja-Mecânica", graças ao encantador futebol apresentado.

- Na final da Copa do Mundo de 1990, na Itália, o árbitro esqueceu de olhar o tempo no relógio, e o primeiro tempo chegou aos cinquenta e três minutos.

- Até a Copa do Mundo de 2006, já foram disputadas setecentas e oito partidas.

- O jogador mais jovem a jogar uma partida de Copa do Mundo foi o irlandês Norman Whiteside. Ele disputou a Copa realizada na Espanha em 1982, com apenas dezessete anos.

- A Copa do Mundo do México (1970) foi a primeira a ter as partidas transmitidas pela televisão.

- Em todas as Copas do Mundo, até 2006, foram marcados dois mil e sessenta e três gols.

- A Copa do Mundo de 1930, no Uruguai, foi a única edição que não teve eliminatórias.

- A edição da Copa que teve o maior número de gols foi a de 1998, na França. Nesta copa foram marcados cento e setenta e um gols (gols legais viu, nada de trapaça com esse número).

- Os cartões vermelho e amarelo foram utilizados pela primeira vez em Copas do Mundo em 1970, no México.

- A seleção da Suíça não tomou nenhum gol na Copa do Mundo de 2006, na Alemanha.

- O goleiro que ficou o maior tempo sem tomar gols em uma Copa do Mundo foi o italiano Walter Zenga. Ele conseguiu ficar, na Copa de 1990, quinhentos e dezessete minutos sem sofrer gols.

- O camaronês Roger Milla foi o jogador mais velho a marcar um gol em Copas do Mundo. Aos quarenta e dois anos, Milla marcou o único gol da seleção de Camarões na derrota para a Rússia na Copa de 1994.

- O jogador mais novo a marcar um gol em Copa do Mundo foi o brasileiro Pelé. Com apenas dezessete anos, ele marcou um gol contra a seleção do País de Gales, em 1958.

- O maior artilheiro de todos os tempos da história da Copa do Mundo é o brasileiro Ronaldo. Ele participou de quatro Copas do Mundo (de 1994 a 2006) e marcou quinze gols. Já o francês Just Fontaine é o maior artilheiro em uma única Copa. Na Copa do Mundo de 1954, realizada na França, Fontaine marcou treze gols.

- O técnico com maior número de jogos acumulados em copas foi o alemão Helmut Schön. Ele comandou a seleção da Alemanha em vinte e cinco jogos entre as copas de 1966 a 1978. Schön também é o recordista em número de vitórias em Copas do Mundo, com o total de dezesseis.

- A maior média de gols em uma copa do mundo ocorreu no ano de 1954 (Suíça) com a elevada média de cinco gols e trinta e oito centésimos por partida (total de cento e quarenta gols). Já a Copa com menor número de gols foi a de 1990, na Itália, com apenas cento e quinze gols e uma média de dois gols e vinte e um centésimos por partida.

- A seleção com maior número de cartões vermelhos acumulados em Copas do Mundo é da Argentina. No total, são dez cartões vermelhos. O Brasil vem em segundo lugar com nove cartões vermelhos.

- Brasil e Alemanha são os maiores finalistas de todos os tempos. As duas seleções chegaram sete vezes em finais de Copas do Mundo.

ESTE É UM ARTIGO ESCRITO POR MATEUS ROSA, jornalista formado pela UNIFACVEST de Lages/SC. Originalmente, este texto pertencia ao blog Mundo em Pauta, que atualmente faz parte do Blog do Mestre. Mateus Rosa ainda é autor do Repórter Riograndense, site que trata da cultura gaúcha envolvendo curiosidades, tradicionalismo e a agenda local.





GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

#PartiuLer Mais essas sugestões de posts!

0 comentários

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!