Algumas palavrinhas e expressões da Língua Portuguesa (21)

watch_later 17 de abril de 2016
comment Comentar
Português


Nesta seção do Blog do Mestre se costuma mostrar palavras curiosas ou a multiplicidade de significados que uma palavra pode ter. Mas, às vezes, é preciso atentar a palavras que possuem uso cotidiano como se fossem sinônimas, mas que, preferencialmente, não deveriam ser usadas desta forma. 

Vocabulário extenso
[Imagem: Ultracurioso]


- COMUM E NORMAL: Fatos ou acontecimentos que são comuns são aqueles que ocorrem com certa frequência, mas não são necessariamente normais. Fatos normais, por sua vez, são esperados e devem acontecer sempre. Por exemplo: pessoas gostarem de conviver com sua família é normal, mas surgirem fissuras em uma parede pode ser algo comum;

- CAUSA E ORIGEM: A causa de um determinado fato é aquilo que o provoca de maneira direta, enquanto que sua origem é, dentro das mais profundas explicações, aquilo que o fez surgir. Um espirro pode ser causado por uma gripe, cuja origem foi o contato direto com alguém que estava infectado. De maneira simples, a causa está perto e a origem está longe;

- GUERRA E REVOLUÇÃO: Para a História, episódios de Guerra ocorrem quando se tem duas pátrias distintas (dois países) em confronto armado (ou não, como no caso da Guerra Fria). Já as revoluções envolvem segmentos distintos de um mesmo país que lutam mediante causas distintas. No Brasil, temos um caso particular: um movimento revolucionário que contemplou uma Revolução e uma Guerra, que foi o Farroupilha;

- TRINCA, FISSURA E RACHADURA: para o vocabulário técnico, existem apenas as fissuras, que são aberturas longitudinais cuja espessura é medida por meio de fissurômetros. Trincas (conjuntos de três coisas quaisquer) são, popularmente falando, mais espessas e rachaduras mais ainda;

- FAZER INVERNO E FAZER FRIO: a primeira expressão simplesmente não existe e nem é sinônimo da outra. As estações do ano são quatro (para começo de história) e não significam exatamente um tipo de clima, pois vários fatores influenciam (ciclones, zonas de convergência, fenômenos El Niño ou La Niña, etc.) e elas são advindas de condições astronômicas. Pode ser que se tenha um dia quente de inverno ou um dia frio de primavera;

- POROSO E PERMEÁVEL: Algo poroso é algo que possui vazios, podendo ter poucos até muitos vazios, o que reduz sua resistência mecânica. Por outro lado, algo permeável é aquilo que permite a passagem de fluidos como água. Pode haver corpos porosos sem vazios comunicantes, ou seja, o permeável é poroso mas o poroso nem sempre é permeável.

- ANEL RODOVIÁRIO E CONTORNO RODOVIÁRIO: segundo o DNIT e suas normas e manuais técnicos, anel rodoviário é uma via que circunda um perímetro urbano e une diferentes rodovias federais, enquanto que um contorno viário promove um ‘desvio’ de uma mesma via.

E ainda mais para você: (sic)




GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)