Cuidando da saúde dos rins

watch_later 18 de maio de 2015
comment Comentar
Ciência & Saúde


Os rins são, como cada parte do nosso corpo, extremamente importantes para uma boa saúde. De maneira simplificada, podem ser classificados como um filtro ao contrário, onde é retido aquilo que ainda é útil ao organismo e passado o que não é para adiante, em direção à bexiga. Os rins possuem o formato de feijões, estando localizados nos dois lados da coluna vertebral, na região lombar.

Para se ter uma ideia da funcionalidade deste órgãos, basta observar quando estes não funcionam. Nestes casos, uma pessoa passa a necessitar de sessões de hemodiálise, com o uso de grandes máquinas para fazer o trabalho de um pequeno e poderoso órgão.

Rins - poderosos órgãos.
[Imagem: Sistema excretório]


As funções dos rins são: controlar a quantidade de água e cloreto de sódio e outros sais no corpo, eliminar toxinas, ajudar a controlar a hipertensão arterial, produzir hormônios que impedem a anemia e a descalcificação óssea e eliminam alguns medicamentos e outras substâncias ingeridas. Estas funções são realizadas durante todo o dia.

Alguns dos fatores de risco para doenças renais são ter hipertensão arterial/diabetes ou haver casos na família, além de histórico familiar de doença renal ou ter tido alguma doença nos rins no passado. Também é preciso ficar alerta em casos de infecção urinária (com vontade de urinar várias vezes ao dia; dor ao urinar ou lombar com febre, com urina turva, espumosa ou malcheirosa), inchaço no rosto ou nas pernas, cólica renal, sangue na urina e palidez (quando não houver outro motivo mais claro).

Em caso de alguém suspeitar estar com problemas nos rins, deve procurar um médico (de qualquer especialidade) para fazer exames para verificar os teores de creatinina no sangue e proteína na urina (exames de sangue e de urina), que são bons indicativos da saúde (ou não) destes órgãos. Porém, vale o alerta: a doença renal crônica, por exemplo, só apresenta sintomas em seus estágios mais avançados, pelo fato de que os rins são muito resistentes, o que reforça a ideia de que, periodicamente, precisam ser feitos exames de rotina.

Para cuidar da saúde dos rins, além dos exames de rotina, é preciso combater os fatores de risco para as doenças que o afetam. Um deles é a hipertensão, que tem relação direta com a obesidade (em boa parte dos casos). Logo, é preciso buscar manter a massa corporal em valores aceitáveis, ou seja, ficar de bem com a balança.

Quanto à alimentação, se deve evitar o excesso de gorduras e buscar alimentos ricos em vitaminas e fibras. Em alguns casos, pode ser importante reduzir a ingestão de proteínas. E, quando falamos em medicamentos, evite a automedicação – a ingestão de analgésicos, a longo prazo, pode afetar a saúde dos rins. Sem comentários quanto a drogas como cigarro e bebidas alcóolicas.







GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)