Língua Portuguesa

 

Sinais de pontuação podem ser utilizados em contextos e com intenções diversas. Veja como aplicá-los corretamente.

 


Pessoa escrevendo em caderno
[Exercitando a escrita. Imagem: jcomp / Freepik]


 

DEPOIS, VOCÊ PODE LER TAMBÉM

» Os verbos abundantes

 

» Orações reduzidas

 

» "Através" ou "Por meio de"?

 

 

Um dos fatores importantes para a compreensão de um texto escrito é a pontuação. Um dos elementos responsáveis por dar coesão e coerência para um escrito, quando utilizados de forma incorreta, os sinais de pontuação podem mudar totalmente o sentido de uma frase, provocando equívocos de comunicação.

 

A língua portuguesa é cheia de sinais de pontuação e cada um deles tem sua função, podendo indicar pausas na fala, anseios, entonações, emoções, intenções, contextos e situações. É por meio do uso da vírgula, do ponto e vírgula, do ponto final, das reticências, da exclamação, do ponto de interrogação, dos dois pontos, das aspas, do travessão e dos parênteses que é possível tornar um texto mais claro e organizado.

 

Por exemplo, as reticências, representadas pelo sinal gráfico (...), indicam uma ideia de continuidade, dúvida, receio, prolongamento ou de que há algo depois. É necessária atenção quanto ao uso de uma pontuação em um texto para que possa haver uma compreensão correta do leitor. Entre os principais sinais de pontuação, estão o ponto de interrogação (?) e o travessão (—), dois elementos que, assim como os outros, são usados para dar sentido a um texto e que possuem significados e funções diferentes.

 

PONTO DE INTERROGAÇÃO

 

O ponto de interrogação é um sinal gráfico usado, em geral, para indicar uma pergunta. Quando aplicado de forma inadequada, a frase que deveria trazer a ideia de afirmação passa a ser uma pergunta, trazendo uma ideia contrária para aquele texto.

 

Além de ser usado para indicar perguntas diretas, esse sinal também pode ser utilizado para indicar incerteza, enfatizar um enunciado, expressar admiração ou surpresa, representar interjeição e realizar uma pergunta retórica. Dessa forma, o ponto de interrogação pode ser considerado um marcador de intensidade e de expressão.

 

Ponto de interrogação para realizar uma pergunta direta

 

As perguntas diretas são a forma mais comum de se encontrar os pontos de interrogação. Elas expressam, em sua maioria, uma dúvida que necessita de uma resposta.

 

Exemplo: Você sabe que dia é hoje?

 

Ponto de interrogação para indicar incerteza

 

Na construção de um texto, pode ser necessário indicar incerteza durante a narrativa. Nesse caso, o ponto de interrogação é usado para auxiliar nessa mensagem. Para que isso ocorra, o sinal gráfico deve vir em parênteses, expressando dúvida do que está sendo dito.

 

Exemplo: Eu usei o termo estacionário (?), mas acho que poderia usar uma palavra melhor naquele contexto.

 

Ponto de interrogação para enfatizar o enunciado e expressar admiração ou surpresa

 

Tanto para enfatizar um enunciado, quanto para expressar admiração ou surpresa, o uso do ponto de interrogação vem acompanhado da exclamação. É importante ressaltar que não há uma ordem específica quanto ao uso dos dois sinais gráficos em uma frase: o ponto de exclamação pode vir antes ou depois da interrogação.

 

Exemplo: Quem você pensa que é para dizer o que eu tenho que fazer?!

 

Ponto de interrogação para representar interjeição

 

Para representar uma interjeição no texto, o uso do ponto de interrogação aparece de forma repetida. Entretanto, esse tipo de uso é mais comum em textos literários ou informais, e também ajuda a reforçar a noção de dúvida presente na frase.

 

Exemplo: Quanto? Uma cadeira custa tudo isso?

 

Ponto de interrogação para realizar uma pergunta retórica

 

Uma pergunta retórica é uma questão que não possui objetivo de obter respostas, mas sim de causar e estimular reflexões no leitor sobre determinado assunto. O ponto de interrogação também pode ser usado nesse caso.

 

Exemplo: Onde vamos parar com tanta violência?

 

TRAVESSÃO

 

Com uso muito comum em textos narrativos, descritivos, dissertações e em diálogos, o travessão é um ponto gráfico que pode até ser usado para substituir outras pontuações. Importante não confundir o travessão (—) com o hífen (-). O travessão é representado por um traço na horizontal e maior que o hífen e possui finalidade diferente.

 

Travessão para discurso direto

 

A forma mais comum de se encontrar o travessão em um texto é pelo seu uso para o discurso direto. Ele indica o início da fala de um personagem ou ainda a mudança do interlocutor nos diálogos.

 

Exemplo: — Que deseja agora? — gritou-lhe, afinal, a voz transtornada. — Já não lhe disse que não tenho nada a ver com suas histórias? (Fernando Sabino)

 

Maria disse:

— Estou com fome.

 

Travessão com efeito de ênfase

 

O uso do travessão também pode acontecer para causar ênfase. Para isso, pode vir isolando palavras ou orações ou, ainda, fazendo uma pausa mais forte na leitura, substituindo os dois pontos.

 

Exemplo: “…e se estabelece uma cousa que poderemos chamar — solidariedade do aborrecimento humano.” (Machado de Assis)

 

Travessão para separar expressões ou frases intercaladas

 

Outra alternativa para o uso do travessão é pela substituição das vírgulas, parênteses, colchetes ou dos dois pontos para intercalar expressões ou frases. Além disso, o sinal também pode ser usado para isolar o comentário (aposto) do narrador no texto.

 

Exemplo: Os Estados Unidos e a China — os maiores poluidores do planeta — não são signatários dos principais tratados de preservação ambiental.

 

Travessão para destacar uma sigla

 

Em alguns casos, o travessão pode ser usado para destacar uma sigla no meio de uma frase, substituindo os parênteses.

 

Exemplo: O Sistema Único de Saúde — SUS — foi criado em 1988.

 

Vale destacar, por fim, que, nesses casos, também é possível utilizar a meia-risca (–), um traço maior que o hífen, mas menor que o travessão. Segundo as normas acadêmicas, porém, siglas devem ser colocadas entre parênteses, descartando-se essas opções de escrita, possíveis nos demais formatos textuais.

 

AS UNIDADES DA ESCRITA

 

Além de entender sobre pontuação, é importante compreender as unidades de construção de textos. Você pode saber mais sobre esse assunto clicando no link da sugestão de post da linha azul 👇🏻:

 

 

 

E AINDA MAIS PARA VOCÊ:

👉 O tópico frasal, frase, oração, período e sentido

 

 

GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!