Orçamento Familiar na ponta do lápis!



Utilidades

Como diziam nossos avós, “dinheiro não nasce em árvore”, mas demanda trabalho e muito esforço, seja sendo autônomo, seja sendo funcionário, seja sendo empresário. Se o dinheiro tem limite, é preciso ser racional em seu uso para que não falte nas horas mais difíceis. Mesmo quem ganha pouco (apesar de que alguns pensem que devem gastar todo o salário do mês, pois nunca irão enriquecer), precisa ter cuidado com o uso de seu dinheiro - pensando na saúde, em uma reviravolta no emprego, ou mesmo na aposentadoria. 

http://www.oblogdomestre.com.br/2018/03/PlanilhaDeOrcamentoFamiliar.Utilidades.html
[Imagem: Viajei Bonito]



Um passo importante, que não é necessariamente um segredo, é o famoso botar-na-ponta-do-lápis. A memória, o cansaço ou despesas imprevistas podem fazer com que uma pessoa perca o controle de suas finanças. Anotar e acompanhar suas finanças pessoais ou familiares, mensalmente, permite que você enxergue:

- O que pesa mais no orçamento, podendo substituir por itens mais baratos, reduzir ou eliminar;

- Quais despesas mais supérfluas podem ser cortadas em caso de demissão ou problema de saúde;

- Quanto de dinheiro sobra todos os meses, o que pode ajudar em um imprevisto ou servir para investir futuramente em seu próprio negócio (ou ainda, ajudá-lo a se manter enquanto esse negócio não der lucro);

- Saber quanto você pode empregar na parcela de um empréstimo para seu carro ou casa.

Dentre muitas outras vantagens.
Esse acompanhamento pode ser feito usando um caderninho de papel, mas há meios mais práticos para isso. Um deles é ter uma planilha eletrônica, com divisão em cada um dos meses do ano. Nela, devem ser anotadas receitas e despesas, as quais somadas indicam como você está fechando o mês.

E o melhor ainda é que você não precisa se preocupar em montar essa planilha. O BLOG DO MESTRE fez isso para você. Em nossa planilha-modelo, você precisa indicar os valores das suas despesas mensais, escrevendo “D” na coluna ao lado dos valores. Já para as receitas, ou seja, os valores que você receber, seja como salários, aluguéis e outros, é preciso indicar o valor e a letra “R” nas colunas respectivas.

A planilha modelo foi produzida com algumas receitas e despesas pré-definidas, para facilitar seu trabalho. Caso você não tenha alguma, basta não preencher o valor. E, caso alguma despesa ou receita que você tenha não for listada, basta escrever após a última linha.

Como arquivos de Excel não podem ser muito pesados, para evitar que sejam corrompidos, a planilha foi feita para o período de um ano. Você gostando de usá-la, basta vir aqui novamente e fazer o download no ano seguinte. No primeiro mês em que você usar, apenas é importante acrescentar um item como “Reserva acumulada”, caso você tenha alguma reserva do ano anterior, ou “Despesa acumulada”, acrescentando esse valor como receita “R” ou despesa “D”, respectivamente.


📲 Faça o download: CLIQUE AQUI



ACHOU ÚTIL ESSA PLANILHA ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉! E SE HOUVER ALGUMA DÚVIDA DE COMO USAR, COMENTE ABAIXO OU ENVIE E-MAIL PARA oblogdomestre@gmail.com

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.