Questão de Interpretação


Variedades


Na Espanha, havia mais um pai indignado com a prova de matemática do seu filho. Mas a indignação era com a professora, o que gerou discussões entre os internautas de lá: 

http://www.oblogdomestre.com.br/2017/12/QuestaoDeInterpretacao.Variedades.html
[Imagem: Twitter/reprodução]



A criança entendeu, com o enunciado da questão, que deveria escrever, ao lado dos numerais por extenso, o numeral natural imediatamente posterior. A correção não considerou esse raciocínio, dando como errada a questão.

Observando as opiniões de internautas, inclusive brasileiros, nota-se um entendimento errado pela parte deles também, que passaram mais anos pelos bancos escolares do que a criança. Ela tentou chegar a uma solução, e isso é válido? Sim, é válido, mas chegou a um resultado errado.

Isso não significa necessariamente algo ruim. Em nossa vida, passamos por momentos onde apostamos em algo e isso pode não ser o melhor. A criança chegou a algo errado e, nem por isso devemos dizer que ela é que estava correta. Esforçou-se, e isso sim é fato.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                
Opiniões apontaram até mesmo a consideração de toda a questão como certa. Este é outro ponto inadequado, pois poderia dar a entender que não foi cometido erro algum. Se era desejado amenizar o impacto de uma questão errada, poderia ser considerada “meia-questão”, por exemplo, se fosse considerada a capacidade de escrita (por extenso e numeral), que foi provada. Consultado um perfil do maior órgão de Língua Espanhola do país, a opinião do mesmo foi favorável à professora, pois não houve erro no enunciado em si. 

Esse episódio demonstra uma vontade incontrolável e crescente das pessoas em achar que educação não passa por restrições, respostas únicas. Quando for o momento, e não uma prova de operações matemáticas básicas, será exigida interpretação e simplificações para resolver problemas, o que não era o caso. Mesmo o resultado nulo da questão irá ensinar qual deve ser a interpretação correta, para que a resposta seja adequada.


👉 E ainda mais para você: "Se tudo der errado"



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS 😉!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.