Poesias 

[Foto: Diário da Tereza]

 

Se amar fosse um ato de dor
Apenas testaria meus limites
Amar-te-ia com todas as forças
Correria o mundo e a buscaria 

Razões exatas para o absurdo
Provocariam a necessidade
Da escravidão com utopia
Seria capaz de lutar com valentia 

Choraria diante das singelas flores
Morreria, talvez vivesse, nem sei...
É no auge das realizações
Que reivindicam os corações 

MADEIRA, Lucas Henrique Escobar.
 

Veja também: (Mensagens e poesias) Amor é fogo que arde sem se ver, de Luís de Camões

  

>> Gostou desta postagem? Compartilhe!