Espinheira, por Duduca e Dalvan 🎵🎶


O
BLOG DO MESTRE

O trabalhador passa por muitas dificuldades em sua vida diária, em trabalhos exaustivos e que, muitas vezes, o remuneram pouco. Vê políticos e outras pessoas influentes ganhando milhões de forma desonesta. Ainda assim, acaba tocando sua vida pra frente, com algum sorriso no rosto e a esperança no futuro. Essa canção interpretada por Duduca e Dalvan reflete muito bem essa realidade.


[Vídeo: aneziocat]



Eta, espinheira danada
Que pobre atravessa pra sobreviver
Vive com a carga nas costas
E as dores que sente não pode dizer

Sonha com as belas promessas
Da gente importante que tem ao redor
Quando entrar o fulano
Sair o ciclano será bem melhor

Mas entra ano e sai ano
E o tal de fulano ainda é pior
Esse é meu cotidiano
Mais eu não me dano pois Deus é maior

O mundo não acaba aqui
O mundo ainda está de pé
Enquanto Deus me der a vida
Levarei comigo esperança e fé!

Eta, que gente danada
Que esquece de vez a palavra cristã
Ah, eu queria só ver
É se Deus se zangasse e voltasse amanhã

Seria um Deus nos acuda
Um monte de Judas querendo perdão
Com tanta gente graúda
Implorando ajuda com a Bíblia na mão

Mas a esperança é miúda
E a coisa não muda não tem solução
Nem tudo que a gente estuda
Se agarra e se gruda, arrebenta no chão




GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE 😉 COM SEUS AMIGOS!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.