Cultura Espanhola e alguns detalhes sobre o país de origem.

watch_later 11 de fevereiro de 2012
Cultura

             A cultura espanhola deu origem a diversas culturas devido a sua história de Colonizadora juntamente a Portugal. Os países colonizados, apesar de que tenham recebido novas influências, mantém traços da cultura espanhola como a língua, uma herança cultural. No Brasil, a cultura gaúcha foi influenciada pela espanhola, considerando-se a proximidade geográfica das colônias espanholas e a vinda de jesuítas espanhóis ao Rio Grande do Sul.

Fúria
[Bandeira da Espanha. Imagem: Blog do Intercâmbio]

A alimentação hispânica forma um variado conjunto gastronômico equivalente ao de seus vizinhos europeus França e Itália. Este conjunto subdivide-se em três subconjuntos: Culinárias Basca, Catalã e Andaluza. A culinária é marcada pelo uso de especiarias, fato com forte influência histórica. À época das grandes navegações, espanhóis e portugueses dominavam o comércio dessas. Os árabes trouxeram açafrão, canela, laranja e arroz; amplamente utilizados ao se incorporarem à gastronomia espanhola. A paella, um dos principais pratos espanhóis, tem o açafrão como principal tempero na receita. Para tanto, a Espanha tornou-se a maior produtora mundial (quase exclusivamente) de açafrão, um dos condimentos mais caros no mercado internacional. A técnica de destilação é muito utilizada pelos hispânicos para a fabricação de xerez, bebida usada como aromatizante de diversas receitas locais. Ingredientes como pão, azeite e vinho (dieta mediterrânea) são bastante utilizados também.

A partir do século XV, época das grandes navegações, os espanhóis assimilaram alimentos do continente americano como: milho, tomate, pimentão, cacau e batata. Com o passar dos séculos, a cozinha local mesclou os ingredientes estrangeiros com os típicos do mediterrâneo, como peixes e frutos do mar, abundantes na extensa costa marítima, aves, porco, carneiro e cabra, azeite de oliva, alho, cebola e salsa. Cada uma das regiões locais criou, respeitando seus costumes, clima e geografia, sua especialidade.

No País Basco, por exemplo, a maioria dos pratos é à base de frutos do mar. Nos restaurantes do sul brilha a carne grelhada e o gazpacho. No centro do país, as melhores receitas são as de leitão e cordeiro assados no forno a lenha. Nas cidades do leste, principalmente em Valência, a paella é o prato principal.


De maneira geral, na Espanha come-se: (Preferências)


 -Sul: porco e arroz;
- Norte: carne de vaca e batatas;
- Centro: carneiro e grão-de-bico;
- Litoral: peixe e mariscos.


Além disso, leitão assado, empanadas com recheios variados, sopas grossas de peixe, vegetais e embutidos, testemunham a exuberância da gastronomia espanhola. Alguns pratos ultrapassaram as fronteiras geográficas tornando-se referências internacionais quando se fala de cozinha espanhola como os ovos à flamenca (cozidos no forno em cima de um picado de carne e de vegetais bem condimentados e guarnecidos de ervilhas, aspargos e pimentões); o "gaspacho" andaluz, modelo de todas as sopas frias com ingredientes variados e a "Paella" nacional, coberta de "sangue de ouro" (açafrão), da qual a receita encontra-se abaixo.


 Caldo:

Þ    1 ½ L de água;
Þ    1 colher (chá) de açafrão;
Þ    4 camarões grandes inteiros;
Þ    4 lagostins;
Þ    2 cabeças de pescada com a carcaça (casca ou cabeça de camarão).


 Paella:

Þ    300g de pernil de porco (cortado em cubos) refogado com 1 colher (chá) de páprica doce;
Þ    300g de carne de frango (cortada em cubos) refogado com 1 colher (chá) de curry;
Þ    ½ xícara (chá) de azeite;
Þ    1 xícara (chá) de linguiça defumada (cortada em rodelas);
Þ    1 cebola processada;
Þ    3 dentes de alho picados;
Þ    ½ talo de alho poró cortado em rodelas não muito finas;
Þ    1 pimentão verde médio em tiras finas;
Þ    1 xícara (chá) de vagem picada;
Þ    1 xícara (chá) de ervilha fresca;
Þ    ½ pimenta dedo-de-moça picada;
Þ    2 tomates picados sem pele e sem sementes;
Þ    Sal a gosto;
Þ    1 xícara (chá) de peixe cortado em cubos (badejo, pescada, robalo, peixes de carne mais firme);
Þ    2 xícaras (chá) de arroz;
Þ    Caldo de peixe (1 litro mais ou menos);
Þ    1 xícara (chá) de lula cortada em rodelas (150 g);
Þ    1 xícara (chá) de camarão médio sem casca (150 g);
Þ    1 xícara (chá) de vieiras (150 g);
Þ    1 xícara (chá) de mariscos (150 g);
Þ    2 colheres (sobremesa) de açafrão dissolvido no caldo de peixe;
Þ    1 colher (chá) de páprica doce dissolvida no caldo de peixe;


 Montagem: as tiras de pimentão vermelho (de mais ou menos 3 cm) são refogadas no azeite e alho amassado, 4 unidades de mariscos na concha, 4 camarões cozidos, 4 lagostins, Salsinha processada a gosto e ervilhas frescas para decorar. Prepara-se o caldo de peixe para cozinhar o arroz em uma panela com a água e o açafrão, colocando em seguida os camarões, os lagostins, a cabeça e a carcaça do peixe. Após 5 minutos de fervura, retire os camarões e os lagostins. Deixe o caldo do peixe em fogo baixo. Preparo para a Paella: Refogue o pernil de porco com a páprica por 10 minutos. Reserve. Em seguida, refogue o frango com o curry por aproximadamente 10 minutos. Reserve. Coloque os ingredientes, um a um, começando pela parte central da paellera (panela especial para o preparo do prato), que é a parte mais quente e distribuindo pelas laterais. Coloque o azeite e em seguida refogue a linguiça, junte o frango, o lombo, a cebola, o alho, o alho poró, o pimentão verde, a vagem, a ervilha, os tomates, o peixe, o arroz e o caldo. Deixe por cerca de 5 minutos. Adicione a lula, o camarão, as vieiras e o marisco. Despeje o açafrão e a páprica doce. Com o arroz quase cozido, pare de mexer e decore com os camarões, os lagostins, o pimentão vermelho refogado, os mariscos, a salsinha e as ervilhas. Abafe (com tampa ou papel-alumínio) e espere terminar o cozimento do arroz.


Fonte: http://www.alfabusiness.com.br/empresas/Gastronomia/Paella_o_prato_mais_popular_da_gastronomia_espanhola.htm

Note que a Paella española é um prato elaborado e alguns restaurantes colocam poucos tipos de carnes, o que nos faz deixar de saber qual o real sabor de uma Paella verdadeira. No Brasil, também a conhecemos como risoto espanhol.

A religião seguida pelos hispânicos em sua maioria é a religião católica, embora o país não a tenha como religião oficial desde a constituição atual do ano de 1978.

Nas artes, temos como destaque a dança Galega, originária da região espanhola da Galícia, noroeste. A dança Galega é bailada com os seguintes ritmos: Fandangos, Muñeiras, Rotas, Riberanas, entre outros.

Além da dança Galega, há a dança Flamenca. Como o próprio nome faz menção, a dança é originária dos Flamencos, povos do sul hispânico ou Região da Andaluzia. Esta dança é caracterizada por um jogo magnífico de sensualidade. Também é mundialmente conhecido o ritmo e dança Passo Doble, onde há toda uma simbologia relacionada ao complexo cultural Tourada: a mulher é a capa usada pelo homem, no caso o toureiro, em uma dança-ritmo menos sensual que o Flamenco, mas nem por isso com valor artístico menor. O quadro Dança dos Famosos, do programa Domingão do Faustão, divulgou amplamente no Brasil esta dança, fazendo parte dos ritmos da competição.

Todo espanhol que se preze dorme uma siesta após almoçar. O costume de dormir após almoçar, segundo os cientistas, é uma técnica pré-histórica como forma de armazenar a energia obtida com a alimentação, pois em eras difíceis onde a caça era a principal forma de alimentação. Os espanhóis apenas mantiveram o costume... Tanto que o comércio espanhol possui horários adaptados à siesta, iniciando-se as atividades comerciais às quatorze/ quinze horas e prolongando-se o término do horário comercial em relação aos demais países europeus e do resto do mundo.

Quanto à Literatura, destaca-se o escritor Miguel de Cervantes Saavedra, ou simplesmente Cervantes. Dom Quixote é um paradigma de romance moderno, por conter temática rica e variada apesar da estrutura linear de construção de texto embora seja riquíssimo em humor e ternura. Dom Quixote é um cavalheiro medieval de bons princípios que ultrapassou a idade média e não se deu conta disso. Junto com seu fiel escudeiro igualmente famoso, Sancho Pança, saíram “mundo afora” espalhando bons ideais outros nem tanto mas demonstrando profundo conhecimento ao governar uma “ilha”. O Próprio conceito de ilha dado por Quixote ao ser indagado por Sancho é que ilha é um lugar que se governa, um dos pontos de humor espalhados pelo livro. Ao fim, sai-se do cômico ao trágico-melancólico, pois Dom Quixote desvencilha-se de seu mundo e volta à realidade, o que lhe causa uma depressão fatal. O livro é uma crítica aos valores medievais, que sujeitos como Dom Quixote buscaram manter.

O espanhol é a segunda língua mundial mais utilizada na comunicação internacional e o terceiro idioma na política internacional, economia e cultura, sendo a língua materna de aproximadamente 330 milhões de pessoas no mundo. O espanhol é a língua oficial em 21 países. Nos últimos dez anos duplicou no mundo inteiro a demanda por cursos de espanhol. Aproximadamente 100 milhões de pessoas falam espanhol como segunda língua. Nos EUA e no Canadá, o espanhol é a língua estrangeira mais estudada bem como nos países não hispânicos da América e da Europa. A língua assume um papel importante porque os países latino-americanos têm bons índices de crescimento econômico, o que os torna importantes parceiros comerciais no mercado internacional.
As mais diferentes culturas têm-se fundido ao longo dos anos e cada povo, de uma forma ou de outra, é influenciado pelos demais com que se relaciona direta ou indiretamente. A cultura espanhola, bem como as demais, não é estática tampouco primitiva. Árabes, fenícios, cartagineses e ibéricos contribuíram na culinária, por exemplo. Já os espanhóis deram sua contribuição aos povos latino-americanos com o idioma Espanhol. As danças espanholas também são bastante ricas artisticamente, calientes por natureza.

Alguns detalhes da nação espanhola:

Madri é: a maior cidade da Espanha, a capital do país, grande centro administrativo, financeiro, comercial e de serviços. Desempenha também importante função residencial, cultural e industrial, particularmente na periferia. Seus numerosos monumentos arquitetônicos, bem como o fato de contar com uma das maiores pinacotecas (pintura) do mundo, o Museu do Prado, fazem dela um importante destino turístico, tanto nacional como internacional.   

A Espanha é o maior país da Península Ibérica, o seu sistema de governo é a monarquia constitucional. Faz fronteira com Portugal, Andorra, França e Mar Mediterrâneo. A cadeia montanhosa dos Pireneus faz fronteira com a França, ao norte; no extremo sul, o estreito de Gibraltar separa a Espanha do norte africano. A característica topográfica mais importante é o grande planalto central, chamado de Meseta, com uma altura média de 610 m. A Meseta é dividida em uma seção norte e outra sul por cadeias montanhosas irregulares (serra de Guadarrama, serra de Gredos, montes de Toledo). A planície costeira é estreita e em muitas áreas é interrompida por montanhas que descem até o mar para formar promontórios rochosos.

Os principais rios são: Douro, Minho, Tejo e Guadiana, que nascem no território espanhol e cortam  Portugal desembocando no Atlântico; o Guadalquivir, que é o mais profundo e tem grande parte do seu percurso navegável; e o Ebro, no nordeste, que desemboca no mar Mediterrâneo. O clima é mediterrâneo com temperaturas extremas exceto no norte, onde as precipitações em geral são insuficientes; as diferenças fisiográficas determinam importantes diferenças climáticas. 


 

 


>> Gostou desta postagem? Compartilhe!
  • chevron_left
  • chevron_right
avatar

me ajudou muito é muito bom aprendi muito obriga

delete 29 de out de 2015 22:35:00
avatar

me ajudou muito obrigada aprendi muito mais com essa atividade

delete 29 de out de 2015 22:50:00
avatar

O Blog do Mestre é que agradece por sua visita, Marcilia!

delete 30 de out de 2015 07:49:00
avatar

O Blog do Mestre agradece a sua visita, Aline Vitoria!

delete 7 de nov de 2015 16:17:00
avatar

ótimo conteúdo..me ajudou bastante no meu trabalho.

delete 20 de ago de 2016 22:19:00
avatar

Obrigado e volte sempre que puder, @Kleyton Barroso!

delete 21 de ago de 2016 00:00:00

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)