A música romântica sertaneja, em algumas das suas vertentes dos anos 1980, 1990 e por aí vai adorava, dentre outros temas, abordar a beleza da intimidade de casal, mas sem vulgaridade nas palavras. Nessa canção, parece que o refrão se desconecta do restante da letra, mas depois se percebe que não: se faltarem amor e paixão, pelos quais fazemos os maiores esforços, não temos os outros momentos que gostamos!




No vídeo a seguir, escutaremos a própria dupla Gian e Giovani dando a voz a essa canção:


[Gian e Giovani interpretam “O que é que a gente não faz por amor?”]

ACOMPANHE A LETRA


“Ela já chega bem cedo, me tira do sono
Faz um chamego e me diz que sou seu dono.
Faz um jeitinho manhoso de quem nada quer
No fim, eu acabo seu homem
E ela minha mulher.

E assim começa outra noite, paixão e ternura
Dois corpos rolando na cama gostosa loucura.
E eu nunca pensei que fosse tão bom assim
Num piscar de olhos tomou conta de mim
E assim ela entrou de uma vez nesse peito meu.

E o que é que a gente não faz por amor?
Mas o que a gente não faz por paixão?
Briga com o mundo pisa no fundo do coração

E o que é que a gente não faz por amor?
Mas o que a gente não faz por paixão?
Fica perdido, aborrecido na solidão.”

MAIS UMA DICA MUSICAL:


Você já ouviu falar daquela expressão “fazer amor” para aquele momento íntimo dos casais? Zezé Di Camargo e Luciano cantam e trazem mais alguns detalhes sobre o assunto na música que sugerimos para você no link logo abaixo:


🎵 E ainda mais para você: Fazer amor, por Zezé Di Camargo e Luciano



GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE 😉 COM SEUS AMIGOS!