Candida, por The Fevers🎵🎶



O
BLOG DO MESTRE

Se o abajur é cor-de-carne ou cor-de-carmim não sei dizer. Só sei que é Candida e não Cândida (pois não é proparoxítona, segundo as regras de nossa linda Língua Portuguesa). E a nostalgia não para!


[Vídeo: caminhoneirosp]



No céu, todo azul
Mil estrelas a brilhar
E eu sozinho, a esperar por você
Mas eu sei, que não virá
Pois não liga, mais pra mim
E acha que o nosso amor está no fim

Candida
Eu vou por aí sem destino
Não passo de um peregrino
Que caminha sem razão

Candida
Eu já não sou nada na vida
Procuro a sorte perdida
Vem me dar, a sua mão
Você, me revelou
Que era eu, o seu amor

E que nunca deixaria, de me amar
Mas logo veio alguém
Que roubou você de mim
E eu não consigo
E nem quero, me conformar

🎵 E ainda mais para você: Não se vá, por Jane e Herondy




GOSTOU DESTA POSTAGEM ? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE 😉 COM SEUS AMIGOS!

Nenhum comentário:

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Não aceitamos comentários com links. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELA BARRA LATERAL - OU INFERIOR NO MOBILE) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

Tecnologia do Blogger.