Poesias


[Oque será capaz de parar um taura? Imagem: Herança do Pampa]


“O pampa me ofertou, nos braços rudes,
a força das tormentas e dos rios,
concedeu-me o vigor da juventude
capaz de suportar os desafios. 

O tempo me forjou taipa de açude,
de pedra e tabatinga fez meu brio,
e o campo me ensinou, nas atitudes,
o modo de lidar com seus avios. 

Pra tudo, toda vida, estive pronto
jamais me acovardei pra nenhum potro
nem nunca tive medo de lutar. 

Porém, quando tu ficas do meu lado
não sei por que motivo me acovardo
vencido pela luz do teu olhar...”

DARDE, Vaine.  


  


Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!