Reflexão 

Dentro das possibilidades que existem para a criação humana, há o Big Bang, cuja teoria se opõe ao chamado Criacionismo, que é a denominação atual da crença em que o início da Terra ocorreu literalmente como narrado nas escrituras bíblicas. E, incluída nesta ideia, está a criação da mulher de uma das costelas do homem. Mas, afinal: por que a mulher veio da costela?
Há diversas explicações que se imaginam para este fato. Uma delas é de que a costela pode não ser uma carne nobre, mas é uma carne deliciosa da qual todos sentem prazer em usufruir. E ainda, que a costela apesar de parecer frágil, envolve as pessoas e as protege, como uma mãe, que antes de mais nada é uma mulher.
Entretanto, a melhor definição é atribuída ao profeta Maomé:

“A mulher foi feita da costela do homem
Não dos pés para ser pisada
Nem da cabeça para se achar superior
Mas sim do lado para ser igual, debaixo do braço, para ser protegida
e do lado do coração para ser amada.”

O porquê da mulher ter vindo da costela pode ser uma questão intrigante, mas o excerto acima propõe uma excelente reflexão de homens e mulheres em relação aos seus conceitos. Tanto o homem não pode considerar a mulher como sua escrava ou como um saco-de-pancadas, como uma mulher não pode menosprezar o valor que um homem tem. Pense nisso.
 

Veja também: (Cultura) O pedido de Casamento

 
 
>> Gostou desta postagem? Compartilhe!