Hora de comer – comer!
Hora de dormir – dormir!
Hora de vadiar – vadiar!
Hora de trabalhar?
 - Pernas para o ar, que ninguém é de ferro!

FERREIRA, Ascenso.
 

Veja também: (Literatura) Os Jornais