A rua em que você morava, por Amado Batista

watch_later 27 de maio de 2016
comment Comentar

O
BLOG DO MESTRE



Quem não tem alguma lembrança de alguém que conheceu no passado e foi muito importante na sua vida?


[Vídeo: Maicon Rigon]


Aquela rua não é mais a mesma rua
Ficou tão diferente desde que você mudou
E aquela casa não é a mais a mesma casa
Agora é tão triste, sente falta de você

E quando olho pra janela e não te vejo
Sinto falta e desejo do amor que eu perdi
Sua presença satisfaz e me fascina
Você é a menina que nasceu só para mim

Me lembro ainda do bilhete carinhoso
Que você me escreveu quando eu a conheci
Você dizia que me amava e me adorava
Dizia que queria ser a minha namorada

Eu aceitei e contente então fiquei
Pois você é diferente de muitas que conheci
Cabelos pretos, lábios cor de rosa,
Você é uma rosa que nasceu no meu jardim

Hoje eu me sento no murinho lá da rua
Onde você passava toda hora pra me ver
Desconfiada e com medo dos seus pais
Seus olhos me olhavam, mas fingiam não me ver.



E ainda mais para você: Pecado do amor, por Pablo do Arrocha




GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)