Arribada, por Daniel

watch_later 4 de abril de 2015
comment Comentar

O BLOG DO MESTRE



Nesta semana, vamos apresentar duas músicas cantadas por Daniel no sucesso do cinema Nacional ‘O Menino da Porteira’, onde o ‘Seu moço’ soltou a voz para seus companheiros que trabalhavam tropeando gado:



[Vídeo: Alex Silva]



Quando a saudade no meu peito fez morada
Foi na arribada da paixão que desgarrou
Eu aboiei, eu madrinhei estrada afora
E o berrante da tristeza repicou

Parei na sombra da incerteza e me deitei
Nas folhas secas que caíram sobre o chão
Ali peguei no sono e então sonhei com ela
E acordei com soluço no coração

Ai... ai... ai..
Saudade é feito boiada que vem e vai
Ai meu bem
Saudade volta, mas você não vem

Mato fechado, busco o brilho de outro de olhar
Abro picadas, caminhos sem direção
E de repente, vejo que todo caminho
Me leva sempre rumo ao seu coração

Hoje eu sou boiadeiro sem boiada
Montado na vontade de te encontrar
Amargando uma saudade eu vou vivendo
Buscando seu amor eu vivo a caminhar

E ainda mais para você: Quem é ela? por Marco e Mário





GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)