Poesia 40 do livro ‘Humana Flor’

watch_later 19 de janeiro de 2015
comment Comentar
Poesias

A atriz Andréia Horta, presente na novela das nove, Império, já foi locutora de telemensagens, vendedora de bolo para amigos e, entre outras coisas, poetisa, Tenha uma provinha da obra dela nos versos que seguem (para mais, adquira a obra dela!):

[Imagem: Revista Veja]


"Qual é malandro?
Brincou de casinha
Chupou lambeu
E agora na boca do gol
Vai embora
De um modo delicado
Fez planos
Dormiu, acordou, comeu, riu comigo
Dividiu seus problemas
Dividiu o parto
Compartilhou seus planos de reforma
Foi meu íntimo
E vai embora?
Falou mal dos outros
Se contradisse
Traiu, gozou, sonhou
Foi ridiculamente encantador
Me apresentou a família
E vai embora.
Falou de filhos
Estradas, canções
A corrente que você usa no peito
Passou dentro da minha boca
Seu bicho ficou meu amigo
Seu amigo morreu
E pro meu colo você veio
Para seu frio meu calor
Seu desejo, saciado
E vai embora!
Olhou em meu olho
Como faz um homem quando fala verdades
E jogou fora como um prato sujo
Não é que a dor não te atravessa
É que você não sentiu dor
Não quis.
“Mas não tem revolta não”
Um dia eu aprendo que sentimento não garante elos."

HORTA, Andréia.

E ainda mais para você: Tempo certo





GOSTOU DESTA POSTAGEM? USANDO A BARRA DE BOTÕES, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)