Como fazer uma boa apresentação (na escola ou trabalho)?

watch_later 1 de junho de 2014
comment Comentar

Grande tarefa

#FicaADica

Apresentações, tanto em escolas como no trabalho são recursos corriqueiros para divulgar o resultado de uma pesquisa, ideias a serem discutidas, transmitir conhecimentos, etc. São fundamentadas em dois pilares principais: O conteúdo e as formas de expor este conteúdo (verbal e por imagens) são muito importantes e sempre muito interligadas. O tempo e a interação com a plateia também influem em uma boa apresentação. Vejamos abaixo algumas dicas relacionadas a todos estes fatores:

Trabalho, escola, etc.
[Imagem: Pós-graduando]



1 – Crie slides chamativos e bem organizados: os slides devem estar em sincronia com o que o apresentador estiver falando, em fundo de cor maciça (ou branco ou em colorido escuro). Se desejar dar um toque a mais em seus slides, use uma pequena borda com imagem de plano de fundo, e uma forma retangular branca em sua frente. Use fontes em cores maciças, escrevendo texto ao menos possível e preferindo o uso de imagens. A legibilidade é fundamental. Um último detalhe importante é usar um formato Widescreen, que dá um aspecto inovador e arrojado ao seu trabalho.

2 – Nunca decore o que é preciso falar: tenha em mente o que as imagens e tópicos remetem ao tema de sua palestra e, como você está ali para apresentar, presume-se que você tenha domínio do assunto. Se você apenas decorar, pode ser um desastre se alguém o interromper. Pior ainda é ler tudo o que há em slides (cheios de texto) e ficar lendo papeizinhos, sem prestar atenção aos espectadores.

3 – Acabe com o ‘hã’ ou ‘daí’: Cada vez que tiver uma quebra de pensamento, busque retomar seu raciocínio sem usar estes famosos sinais de patinar de pensamento e de falta do que falar a seguir. Estes termos podem gerar a sensação de que não há domínio de conteúdo.

4 – Caso você fale demais, busque repetir: Algumas pessoas podem ficar muito nervosas ao ter de falar em público, e podem falar muito rápido, e não ser bem compreendidas. Assim sendo, é bom buscar outros termos e repetir o que foi falado, se isto for importante.

5 – A simplificação depende do público: assim como as informações e conteúdos de jornais e revistas têm um público-alvo e são feitas para ele, ajuste a densidade do conteúdo de acordo com o seu público e, se ele também entender do assunto, evite simplificações.

6 – Cuidado com a sua postura: você não deve ser muito fechado, como um militar, nem muito aberto, como quando está na balada. O excesso ou a falta de gestos são dois grandes problemas em apresentações. Observe apresentadores de telejornais que tenham de ficar em pé, como Evaristo Costa e William Waack, por exemplo, para ter um parâmetro de postura. Também evite fazer piadas que, se você não acertar, podem ser desastrosas e, ao contrário dos seus amigos, ninguém vai rir para manter a amizade.

7 – Use uma impressão em PDF: exceto que seja o seu computador o utilizado para apresentar, evite problemas de desformatação e imprima sua apresentação em formato PDF. Isto não vale quando se deseja acrescer filmes ou recursos similares, que não são suportados. O Prezi é um formato excelente para recursos mais profundos.

Você também pode gostar de: (#FicaADica) Como gelar rapidinho sua cerveja?





Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)