O que são curvas de nível?

watch_later 9 de abril de 2014
comment Comentar
Variedades

O mundo tridimensional é bastante complicado de ser representado em miniaturas tridimensionais para que possamos compreendê-lo. Então, o melhor é partir para as representações bidimensionais, como: mapas, projeções ortogonais, cortes, fotos (podendo até perceber profundidades, no caso de fotos estereoscópicas) e modelos de curvas de nível.


[Imagem: gd4]


As curvas de nível são formas simplificadas de representação de um terreno ou de uma função de duas variáveis, no caso da matemática, sendo o 'lugar geométrico' dos pontos de mesma cota ou altitude. Com elas se permite ver, sem ter o modelo de um terreno em maquete, quais são os pontos mais altos, mais baixos, e as variações de altitude ao longo de toda a sua extensão.
Para entender melhor o que é uma curva de nível, imagine uma montanha, seccionada embaixo por um plano de referência. Imagine agora planos paralelos a ele, ‘cortando’ a montanha. Estes planos possuem uma distância perpendicular ao plano de referência, que chamamos de cota ou, em alguns casos, de altitude. Todos os pontos da montanha que tiverem uma mesma cota serão incluídos em uma linha de curva de nível.
Vários planos são dispostos seccionando a montanha de nosso exemplo. Depois, as curvas resultantes são projetadas no plano de referência, gerando um mapa que contém o perfil de alturas do terreno. Com estas curvas, que são as curvas de nível de que falamos, podemos observar e fazer algumas coisas interessantes:
- Com uma maior distância entre duas curvas de nível de cota subsequente (exemplo: 50 e 60), temos uma menor variação de alturas e, portanto, um terreno menos inclinado. Com uma proximidade grande entre curvas, temos o oposto;
- A indicação da altitude de uma curva de nível é muito importante, pois demonstra os sentidos de crescimento e decrescimento de alturas. Sombreamento nos mapas é outro recurso visual importante. Alguns mapas podem não conter uma indicação explícita das cotas, mas o sombreamento pode indicar a variação de altura;
- Ter apenas as linhas das curvas de nível pode ser importante no caso de planejamento de voos aerofotogramétricos, onde é preciso ter o cuidado de não ‘cortar’ curvas de nível em um plano de voo;
- Linhas de Thalweg e Divisores de águas são duas informações complementares que podem ser obtidas e/ou construídas através de um mapa com curvas de nível, indicando pontos de máxima altitude e mínima. Há técnicas especiais para sua confecção.
Quando falamos em curvas de nível, estamos falando em perfis de terreno acima do nível do mar. Abaixo, são diferentes os métodos de obtenção do relevo, em técnicas definidas pela batimetria, cujas curvas obtidas recebem nomenclatura diferente. As curvas de nível são importantes nos mais diferentes tipos de obras de Engenharia, sendo usadas, por exemplo, no projeto geométrico de estradas.


Você também pode gostar de: (Variedades) alguns conceitos de topografia





Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)