Os principais problemas que a visão pode apresentar

watch_later 16 de dezembro de 2013
comment Comentar
Ciência & Saúde


É difícil falar em qual dos sentidos que possui maior importância em nossa vida, dada a necessidade de tê-los todos funcionando bem para ter qualidade de vida. A visão é um dos mais lembrados, por ser a nossa porta para o mundo, em que, mesmo em silêncio, podemos nos comunicar e trocar ideias. E também um dos que mais ocupam nossa capacidade cerebral. Desde cedo é possível perceber quando alguém possui um problema de visão, que afeta a vida escolar e até mesmo a vida social, pois pode ser uma péssima experiência não conseguir ver mesmo quem está próximo com clareza.


[Visualização que demonstra a ‘clareza’ trazida pelos óculos. Imagem: CTV]




Hipermetropia: A imagem se forma atrás da retina, o que causa dificuldade de leitura nas proximidades do olho, que leva à cansaço após leituras prolongadas. Este cansaço pode gerar dor de cabeça e ao redor dos olhos. Todos nascemos com um pequeno grau de hipermetropia, que é corrigida pela própria estrutura do olho. O problema pode ser resolvido com óculos ou lentes de contato.

Ambliopia: Este é um problema sério, que surge entre 6 e 8 anos de idade. Nesta época, se a criança desenvolver ambliopia, o desenvolvimento da capacidade visual fica afetado, com problemas na formação das imagens. O diagnóstico é difícil e é preciso, fundamentalmente nesta época da vida, consultar um oftalmologista.

Miopia: As imagens se formam em frente à retina, o que provoca dificuldade de visão para coisas que estão longe. Não é raro quem é míope não conseguir identificar pessoas ao passar por elas na rua, se estas não se identificarem. Geralmente os míopes, para facilitar a visão, aproximam objetos dos olhos para facilitar a visão. Crianças míopes costumam assistir à TV bastante próximas.
A Miopia costuma se desenvolver entre 5 e 20 anos, com evolução progressiva, mas não é raro que, aos 40 anos surjam novos míopes. Tanto óculos como lentes de contato servem para recobrar a visão durante o uso.

Presbiopia: É comum ouvir dizer que, após os 40 anos, todo o mundo precisará usar óculos. Isso se deve à Presbiopia ou ‘vista cansada’, que dificulta a focalização de objetos. A Presbiopia ocorre porque, ao longo do tempo, o cristalino do olho perde sua elasticidade.

Astigmatismo: Este é um erro de refração que provoca dificuldades tanto na vista de objetos próximos quanto dos mais distantes. Neste caso, tem-se uma superfície irregular da córnea, o que gera não apenas um ponto de focalização de imagem, mas vários, provocando a distorção. Também pode ser resolvido com óculos ou lentes de contato.

Daltonismo: Esta é uma doença genética que provoca a não distinção de algumas cores primárias, como verde e vermelho. A suspeita pode ser confirmada com alguns testes, incluindo o mais simples que é o que demonstra uma imagem com ambas as cores, com algum símbolo, a ser distinguido. O daltonismo não tem cura, mas pode ser amenizado, com a diminuição da luminosidade incidente, seguindo a limitação.
 


  


Þ Gostou desta postagem? Usando estes botões, compartilhe com seus amigos!
  • chevron_left
  • chevron_right

Seu comentário será publicado em breve e sua dúvida ou sugestão vista pelo Mestre Blogueiro. Caso queira comentar usando o Facebook, basta usar a caixa logo abaixo desta. Muito obrigado!

NÃO ESQUEÇA DE SEGUIR O BLOG DO MESTRE NAS REDES SOCIAIS (PELO MENU ≡ OU PELOS ÍCONES CIRCULARES) E ACOMPANHE AS NOVIDADES!

sentiment_satisfied Emojis do Google (texto para inserir)